Webtoons – Quadrinhos Online

Pouco tempo atrás na minha busca por algum mangá interessante para ler, acabei me deparando com os webtoons. E claro que resolvi vir aqui contar para vocês sobre esse brilhante mundo de quadrinhos virtuais.

O “primeiro” contato que eu tive com um webtoon foi nesse ano, com o Título Nineteen, Twenty – One (prometo que farei resenha de todas as Webtoons que eu ler para vocês, inclusive dessa). Como eu passei um longo tempo sem ler mangás, eu me surpreendi ao ver que o quadrinho era colorido, logo percebi que se tratava de um Manhwa (quadrinhos coreanos). Mas até aí, ainda não tinha despertado um interesse maior em procurar algo parecido para ler. Foi então que eu me deparei com Cheese in The Trap (outro Manwha publicado online) e acabei parando no Line Webtoon, cliquem aqui pra ver. A partir desse momento não parei mais de ler. Devo ter lido uns 5 webtoons seguidos.

 

Mas antes de falar mais sobre webtoons, vamos falar sobre os webcomics em geral. Os Webcomics nada mais são do que quadrinhos cuja publicação é veiculada pela Internet, os quadrinhos on-line se tornaram o principal meio dos novos cartunistas apresentarem o seu trabalho. Esta forma de publicação foi muito boa para esses artistas que estão começando e não tinham como fazer publicações impressas. Mesmo mostrando seu trabalho de graça, ou ganhando quase nada, é um bom meio de divulgação do seu trabalho, inclusive algumas séries ficaram famosas. O maior exemplo é One Punch Man, quem é fã de mangá e anime conhece a obra e mesmo quem não é fã, deve ter ouvido falar. Muita gente não sabe, mas essa série começou assim, como um Webmangá. Aqui no Brasil tem bastante Webcomics e eu tenho certeza que você já deve ter se deparado com alguma, principalmente as famosas tirinhas que todo mundo lê pelas redes sociais.

Mas Webtoons e Webcomics não são a mesma coisa!? Sim, são. Mas o termo Webtoon é usado para os quadrinhos coreanos online, lá eles não usam o termo webcomic. O webtoon tem muito menos quadros por página, e consequentemente, mais páginas por capítulo, o que permite que os autores publiquem em um menor espaço de tempo, geralmente uma vez por semana. Enquanto as publicações físicas saem geralmente uma vez por mês. A faixa etária dos leitores  variam e os estilos de desenho também variam de cartunista pra cartunista, eles não tem um padrão. Alguns têm uma qualidade de desenho mais forte, enquanto outros têm uma linha de história mais complexa. Muitos são coloridos, alguns usam animações em flash e outros deles têm música de fundo, o que definitivamente deixa tudo muito mais interessante.

O site que eu passei ali em cima possui um aplicativo próprio para leitura dos webtoons (no site tem link redirecionando para o app), que eu utilizo e não vivo mais sem. Inclusive, os webtoons tem tradução em várias línguas e os tradutores brasileiros estão bem adiantados, na maioria das histórias colados com os americanos e tem alguns já finalizados. Se você lê bem em inglês, tem uma sessão só de artistas que recém começaram a publicar suas obras que é bem legal também.

Se você quer sair da “mesmice” das HQs tradicionais e dos mangás em preto e branco, os webtoons são uma ótima opção e eu recomendo muito. Vale a pena conferir e descobrir mais sobre esse quadrinhos on line.