Top10 Multiverso – 10 melhores adaptações literárias nos cinemas!

melhores adaptações literárias nos cinemas

Yoooooooo nerds espalhados pelo multiverso!

Vamos mais uma vez fazer um Top 10 sobre algum assunto que vive em nosso cotidiano nerd! E desta vez, vamos analisar as diversas adaptações literárias modernas que pintaram por aqui nos últimos anos. Relembrando novamente de que esta coluna é baseada na opinião pessoal de cada integrante que escreve a mesma. Prontos?

10. Ender’s Game: O Jogo do Exterminador

Ender's Game: O Jogo do Exterminador

Em um futuro próximo, extraterrestres hostis atacaram a Terra. Com muita dificuldade, o combate foi vencido, graças ao heroísmo do comandante Mazer Rackham. Desde então, o respeitado coronel Graff e as forças militares terrestres treinam as crianças mais talentosas do planeta desde pequenas, no intuito de prepará-las para um próximo ataque. Ender Wiggin, um garoto tímido e brilhante, é selecionado para fazer parte da elite. Na Escola da Guerra, ele aprende rapidamente a controlar as técnicas de combate, por causa de seu formidável senso de estratégia. Não demora para Graff considerá-lo a maior esperança das forças humanas. Falta apenas um treinamento com o grande Mazer Rackham, e depois garoto estará pronto para a batalha épica que decidirá o futuro da Terra e da humanidade.

Eu sei que não foi considerado um sucesso aceitável de bilheteria e crítica este filme. Mas vamos começar polemizando, pois, apesar de realmente o filme em si não ser tão bom assim, a premissa e o grande final impactante foram suficientes para eu me interessar pela estória e querer até mesmo, ler o livro.

9. Divergente


Divergente

Em uma Chicago futurista, onde as pessoas estão divididas em cinco facções com base em suas personalidades, uma adolescente descobre que ela é divergente — uma pessoa que não se encaixa em qualquer uma das facções — e logo descobre segredos em sua sociedade aparentemente perfeita.

Uma distopia interessante apesar de querer repetir certas situações e características de nossa 3º posição. Entretanto, vale a pena acompanhar no que vai dar esta saga.

8. O Código DaVinci


O Código DaVinci


A maior parte do filme e do livro desenrola-se a partir do assassinato de Jacques Saunière, curador do museu do Louvre. Robert Langdon, Sophie Neveu e Leigh Teabing vivem várias aventuras ao tentar desvendar códigos que deem resposta aos enigmas que Jacques Saunière deixou no leito de morte.

Apesar das teorias sem sentido algum que Dan Brown explorou em seus livros, trazendo estes elementos apenas para trazer um bom thriller policial, o filme conseguiu abordar de forma bem interessante todo um suspense policial que marcou o cinema.


7. Eu Sou o Número Quatro


Eu Sou o Número Quatro

Nove jovens alienígenas, que se parecem muito com humanos, saem de seu planeta-natal, Lorien, que está ameaçado, para se esconder na Terra. Os Mogadorianos são a espécie invasora responsável pela destruição de Lorien e decidem perseguir os sobreviventes até o planeta Terra. Cada um dos nove alienígenas tem um número e só podem ser mortos na sequência certa. Até agora, Um, Dois e Três já foram mortos. O número Quatro (Alex Pettyfer), conhecido entre os humanos como John Smith, disfarça-se de estudante colegial. Na escola, conhece Sarah Hart (Dianna Agron), uma doce garota que sonha ser fotógrafa. Após fugir durante toda a sua vida, John se apaixona por Sarah e agora tem um motivo para parar de fugir.

Tudo bem, o filme não seguiu tão fielmente o livro – apesar de toda a essência do livro estar preservada ali – como queríamos, porém, mesmo assim o filme é bom! É um bom filme de ação e que não quer apenas trazer um romance adolescente, que querendo ou não, movimenta bem a trama nas duas mídias, porém, não vemos isso como palco central. O centro de tudo continuou sendo a caçada implacável de uma raça alienígena que tem ambições nefastas e nebulosas. Pena não termos continuações…


6. Mr. Holmes


Mr. Holmes

Mr. Holmes é um filme de drama e mistério policial anglo-estado-unidense realizado por Bill Condon, foi baseado no romance de 2005, A Slight Trick of the Mind do autor norte-americano Mitch Cullin e apresentou o personagem Sherlock Holmes criado por Arthur Conan Doyle. O filme estrelou Ian McKellen como Sherlock Holmes, Laura Linney como a governante Munro e Milo Parker como seu filho Roger. 

Não tenho muito o que falar sobre este filme. Apenas que é sensacional, emocionante e para quem é fã do personagem… Se emocionará em dobro!


5. O Hobbit


O Hobbit

O Hobbit (no original em inglês: The Hobbit) é uma série de três filmes de fantasia épica e de aventura dirigido, coescrito e produzido por Peter Jackson e baseado no livro The Hobbit de J. R. R. Tolkien, publicado em 1937. Os filmes são, por subtítulo: Uma Jornada Inesperada (2012), A Desolação de Smaug (2013) e A Batalha dos Cinco Exércitos (2014). O Senhor dos Anéis é originalmente uma sequência do livro, assim, a série age como uma prequela para a trilogia dos filmes, também dirigidos por Jackson.

Os três filmes foram muito bons mesmo. Porém… Precisavam de ter três filmes sobre um único livro? Bom, eu prefiro que sejam fiéis ao material fonte do que nos deem um romance extra e 50 cenas de batalhas épicas. Apesar de serem bem legais!

4. Maze Runner


Maze Runner

Em um mundo pós-apocalíptico, o jovem Thomas (Dylan O’Brien) é abandonado em uma comunidade isolada formada por garotos após toda sua memória ter sido apagada. Logo ele se vê preso em um labirinto, onde será preciso unir forças com outros jovens para que consiga escapar.

Maze Runner

Porque este filme esta aqui na frente de Hobbit? Eu te digo: Ele realmente merece! Esta franquia nos trouxe grandes revelações como Dylan O’Brien (Que foi muitas vezes pedido para ser o novo Homem-Aranha, até Tom Holland pegar o papel) como o protagonista Thomas, Thomas Sangster (Que já morreu em Game Of Thrones e já fez sucesso anos antes em Babá McPhee) como Newt, Ki Hong Lee como Minho, além do diretor que nos trouxe cenas alucinantes, Wes Ball. E esta franquia nos traz um ar de suspense em meio à ação, de modo surpreendente, além do último filme da trilogia estar confirmado para Fevereiro de 2017 e em UMA ÚNICA PARTE, ao contrário de Harry Potter, Crepúsculo e o próximo do ranking…

3. Jogos Vorazes


Jogos Vorazes

A história é estabelecida em um período distópico pós-apocalíptico na nação de Panem, onde garotos e garotas de 12 a 18 anos devem participar dos Hunger Games, um evento anual televisionado na qual os “tributos” precisam lutar até a morte até que sobre apenas um, que é coroado vencedor. Katniss Everdeen (Lawrence) se voluntaria para tomar o lugar de sua irmã mais nova nos jogos. Ao lado de seu parceiro masculino do seu distrito, Peeta Mellark (Hutcherson), Katniss viaja à Capital para treinar para o evento com a ajuda de Haymitch Abernathy (Harrelson), que já venceu o Hunger Games uma vez.

O primeiro filme foi feito ali no seu cantinho, quietinho, com pouco orçamento porém, prometendo muito. E o filme foi bem fiel ao livro, adaptando o que dava para ser adaptado. Agora reparem no sucesso que virou esta franquia! Isso acontece com quem segue bem fielmente ao material fonte que já é muito bom. Doravante, a febre que transformou esta franquia em modinha por um tempo, acabou me incomodando um pouco.

2. Harry Potter


Harry Potter

Harry Potter é uma série de sete romances de fantasia escrita pela autora britânica J. K. Rowling. A série narra as aventuras de um jovem bruxo, Harry James Potter, o personagem-título, e seus amigos Ronald Weasley e Hermione Granger, os quais são alunos da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. O arco de história principal diz respeito a busca de Harry para superar o bruxo das trevas Lord Voldemort, que pretende tornar-se imortal, conquistar o mundo dos bruxos, subjugar as pessoas não-mágicas e destruir todos aqueles que estão em seu caminho, especialmente Harry Potter.

Harry Potter

Aqui está outra obra que foi fiel até o fim, adaptando ao máximo no que dava para adaptar e fez um estrondoso sucesso merecidamente. As relações entre todos os personagens foi muito bem explorada e os efeitos especiais fizeram um bom trabalho (principalmente depois de Prisioneiro de Askaban) ao nos transportar para o mundo da magia. Além de trazer aos holofotes Daniel Radcliffe, Rupert Grint e Emma Watson.

1. Senhor dos Anéis


Senhor dos Anéis

The Lord of the Rings (em português, O Senhor dos Anéis) é uma trilogia cinematográfica dirigida por Peter Jackson com base na obra-prima homónima de J.R.R. Tolkien. Apesar de seguirem a linha-mestra da trilogia, os filmes possuem inserções e desvios com relação ao material original. Os três filmes foram rodados em simultâneo na Nova Zelândia, faturaram cerca de 3 bilhões (US$ 2.925.155.189) de dólares de receitas conjuntas de bilheteira e foram galardoados com 17 Oscars, entre os 30 para os quais foram nomeados.

Preciso dizer mais alguma coisa? Esta franquia ensinou ao cinema como trazer a vida uma trilogia literária com maestria.

Prêmios: 

O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel

Oscar (2002)
Melhor Fotografia (Andrew Lesnie)
Melhores Efeitos Visuais (Jim Rygiel, Randall William Cook, Richard Taylor e Mark Stetson)
Melhor Maquiagem (Peter Owen e Richard Taylor)
Melhor Trilha Sonora (Howard Shore)

O Senhor dos Anéis

O Senhor dos Anéis: As Duas Torres


Oscar (2003)
Melhores Efeitos Visuais – Jim Rygiel, Randall William Cook, Alex Funke e Joe Letteri
Melhor Edição de Som – Mike Hopkins e Ethan Van der Ryn

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei


Oscar 2004 
11 vitórias de 11 indicações
Oscar para Melhor filme – Barrie M. Osborne, Fran Walsh e Peter Jackson
Oscar para Melhor diretor – Peter Jackson
Oscar para Melhor roteiro adaptado – Peter Jackson, Fran Walsh e Philippa Boyens
Oscar para Melhores Efeitos Visuais – Jim Rygiel, Randall William Cook, Alex Funke e Joe Letteri
Oscar para Melhor Direção de Arte – Grant Major, Dan Hennah e Alan Lee
Oscar para Melhor Edição – Jamie Selkirk
Oscar para Melhor Figurino – Ngila Dickson e Richard Taylor
Oscar para Melhor Maquiagem – Richard Taylor e Peter King
Oscar para Melhor Mixagem de Som – Christopher Boyes, Michael Semanick, Michael Hedges e Hammond Peek
Oscar para Melhor Trilha Sonora – Howard Shore
Oscar para Melhor Canção Original – Fran Walsh, Howard Shore e Annie Lennox por Into the West

O Senhor dos Anéis

Globo de Ouro 2004
4 vitórias de 4 indicações
Globo de Ouro para Filme – Drama
Globo de Ouro para Roteiro Adaptado
Globo de Ouro para Trilha Sonora – Howard Shore
Globo de Ouro para Canção Original – Fran Walsh, Howard Shore e Annie Lennox por Into the West

Caros leitores e cinéfilos, acham que esqueci algum filme? Concorda com o ranking? Nos diga nos comentários abaixo!