Após os acontecimentos da 3° temporada, Barry Allen encontra-se preso dentro da Speed Force, mas não preso contra sua vontade, muito pelo contrário. Barry foi por vontade própria, também pudera, já que em Central City houve a chuva de raios.

A partir desse ponto, as teorias começam e diversos fãs estão loucos para saber como será o inicio da temporada. Alguns pequenos detalhes já foram falados, outros omitidos e outros a equipe não ousa divulgar.

Já vimos Wally West vestido com o traje antigo do Flash, já sabemos que Barry voltará com um traje novo, o traje em que ele viu em 2024. Porém, e o GodSpeed? Será que teremos ele nessa temporada ou o terreno será preparado para a 5°? Pois é, caros leitores, um grande “SE” existe no meio de tudo isso.

Portanto, criamos um pequena teoria de como será o inicio dessa nova temporada. Mais especificamente, os 3 primeiros episódios. Acompanhe o raciocínio e diga-nos o que achou de tudo isso.


1 – Time Flash continua combatendo o crime em Central City, Wally e Cisco estão nas ruas para enfrentar os meta-humanos que causam o caos. Com a ausência de Barry, Wally sente todo o peso do manto de velocista escarlate, já que seu cunhado não está lá para dar mais ensinamentos. Kid Flash se sente pressionado a amadurecer e tornar-se melhor e mais rápido do que um dia já foi.

2 – A equipe inteira tenta criar uma forma de tirar Barry de dentro da Speed Force, já que o perigo na cidade está aumentando e sem ele, o time não irá aguentar. Com isso, Cisco e Tracy Brand refazem a Bazuca da Força de Aceleração, juntamente com a ajuda de Wally para correr ao lado de Allen, enquanto tiram ele da sua prisão eterna.

3 – Barry Allen está atormentado pelo que viu dentro da Speed Force, seus demônios e fantasmas assolam sua cabeça, ver a morte de Nora, sua mãe, repetidas vezes, não irão sumir tão facilmente. Com uma nova ameaça em Central City, Flash tem que deixar de lado todo o pesadelo que viveu e, junto de KF, combater mais uma vez o inimigo.

Não adentre a boa noite apenas com ternura. Fúria, fúria contra a luz que já não fúlgura.