Review | O Médico e o Monstro de R.L. Stevenson

R.L. Stevenson morreu em 1894, porém antes de partir, nos deixou uma das histórias mais influentes da literatura e do cinema. O Médico e o Monstro, é considerado um dos clássicos mais conhecidos em todo o mundo e já foi publicado em diversos formatos e gêneros.

Seria o Dr. Jekyll a representação do homem integro e correto?

Com um desejo atípico de conseguir expor ao mundo sua segunda personalidade, Dr. Jekyll resolve após muito tempo. baseando-se em seus estudos dar um jeito de saciar seu ego e seus desejos intrínsecos mais brutais. Após a descoberta de um composto que altera sua aparência, ímpeto e pensamentos, Dr Jekyll se descobre realizado, quando se transforma em sua segunda personalidade bestial mais conhecida como Mr. Hyde (Eduard Hyde), que noite após noite é visto quase que folcloricamente nos arredores de uma Londres amedrontada e desinformada.

Quando falamos dessa grande metáfora, de o Médico e Monstro, como você imagina de fato a personificação de um monstro? Um gigante, berrante de aparência aterradora ou um horripilante ser minúsculo, de corpo curvado, peludo e de dentes afiados? Ambas as impressões já foram apresentadas nos livros e filmes e mesmo com essa diferença o tom de suspense e terror toma de assalto os fãs de Stevenson. Sua obra nos convida a pensar em um ser íntegro, de família tradicional, que jamais levantaria suspeitas ou traços psicopatas ou desequilibrados. Porém, existe sim um desvio de personalidade e representação de todo mal que o respeitado Dr. sempre teve vontade de fazer, porém, somente agora dado um erro de cálculo em um de seus experimentos, o Dr. consegue tirar seus demônios do armário e através de outro ser, saciar suas vontades mais sujas e desumanas.

Uma história de terror, uma narrativa antiga mas ao mesmo tempo compreensível. Pra quem não sabe, a história do Incrível Hulk foi baseada em o médico e monstro, talvez por isso os filmes retratam Mr. Hyde tão gigantesco e musculoso pois a visão de monstro parece ser mais interessante/amedrontadora, se for um monstro gigantesco a um pequeno assassino. Uma das menções a essa obra é em um dos capítulos do famoso desenho Pernalonga conforme imagem, que eu adorava assistir e não sabia do que se tratava.

É literalmente uma incrível história, pois o monstro do Dr. Jekyll pode ser representado facilmente em nossas vidas, nossos pensamentos mais obscuros, mais tristes e errados. Aqueles pensamentos que guardamos a 7 chaves e que temos certeza de que nunca sairão de suas celas. Talvez represente o nosso lado mais corajoso e frio, a diferença é que Mr. Hyde parece ser muito mais interessante, e Dr. Jekill sabe disso, e em variados momentos ele até gosta de extravasar e deixar tudo a mercê do acaso. Uma obra rápida, curta e de uma viagem muito boa, recomendo e muito. Leiam!

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet