Review | Sem clima para o amor de Rachel Gibson

Título: Sem Clima Para o Amor
Autora: Rachel Gibson
Editora: Jardim dos Livros
Ano: 2014
Número de Páginas: 318
Classificação: 5/5

Sem Clima para o Amor é um livro divertido, daqueles que te faz suspirar. A principal personagem, Clare Wingate é assim, uma hora sofre porque o vestido rosa-choque não será mais usado, num outro momento pega o namorado em posição constrangedora com outro homem e depois, quando decide dar uma trégua e se dedicar ao trabalho, encontra o amigo de infância, Sebastian Vaughan. Os beijos são inesquecíveis e ela não tem vontade de ir embora.

Sei que é uma coisa horrorosa eu ser uma leitora assídua e nunca ter lido nada da Rachel Gibson – mesmo já tendo lido mil resenhas de uma amiga que adora essa autora. Mas nunca é tarde né…
Depois de flagrar seu noivo a traindo com outro cara, Clare passa um noite de porre e encontra com Sebastian, seu amigo de infância, um jornalista famoso com um sorriso travesso nos lábios e que me tirou da inércia. Ah, lembrando que eu fui com tudo nesse livro porque estava querendo ficar na mesma vibe que a protagonista, mas Sebastian não deixou em absoluto!
Clare é uma autora de romances históricos picantes que faz muito sucesso,porém sua mãe não concorda com suas escolhas de vida – e sua profissão é só uma entre tantas. Fiquei chocada com isso! Porque mesmo sendo uma mulher solteira, o leitor perceberá como a personagem leva à sério sua vida familiar e as infames opiniões de outra pessoa. A insegurança dela foi uma característica muito triste no livro, e Sebastian vem para devolver isso à ela. Isso que gosto nele! Consegue ser um homem versátil e altruísta, enquanto Claire é a perfeita no meio de toda sua inseguridade.

“Sem uma só palavra, Sebastian observou-a ir embora. O café quente descendo por sua garganta enquanto seus olhos correram para os cabelos escuros e brilhantes que roçavam levemente os ombros e costas dela. Que mulher certinha, toda arrumada. Alguém devia fazer-lhe um favor e bagunçá-la só um pouco. Amarrotar-lhe as roupas e borrar-lhe o batom.”

Laços familiares também são bem descritos, como a séria tentativa de Sebastian em retomar um relacionamento com seu pai, e Clare não viver um relacionamento superficial com a mãe que ama tanto.
Personagens bem construídos, com personalidades bem destacadas. Só elogios a excelente escrita de Rachel Gibson, com um talento que prende o leitor do começo ao fim. Até porque algo não precisa ser prodigioso para fazer coisas básicas: entreter e divertir.
Recomendo, mil vezes sim!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Review: O Dragão Negro de Chris Claremont

Quando os anos 1980 começavam, a Marvel começou a estender seu universo para outros rincões. O selo Epic, Illustrated foi uma destas iniciativas, um...

Relembrando Animes – US Manga

Hoje o Relembrando animes vai ser um pouquinho diferente... Ao invés de falar sobre animes os tokusatsus, vou falar sobre um programa de TV....

Rebobinando – 10 Coisas Que Eu Odeio em Você

O rebobinando de hoje é sobre um filme adolescente clássico do final dos anos 90, baseado em outro clássico, mas dessa vez da literatura,...

Review – Gekkan Shoujo Nozaki-kun (Mangá)

Essa é a história de Sakura Chyio, uma menina ruiva, muito meiga que é apaixonada por Nozaki, um menino alto e muito calado, a...

Mais Notícias