Review | True by Erin McCarthy

RESUMO DO LIVRO:


True – Quando as colegas de quarto de Rory descobrem que a tímida e estudiosa garota nunca passou uma noite com um homem, decidem que vão ajudá-la a perder a virgindade contratando o confiante e tatuado Tyler para fazer o serviço, porém sem o conhecimento dela. Tyler sabe que não é bom o bastante para Rory. Ela é brilhante, enquanto ele está lutando para se formar na faculdade e conseguir um emprego, para, então, poder tirar seus irmãos mais novos da mãe drogada. Mas ele acaba aceitando a proposta, pelo menos como uma oportunidade de conhecer Rory melhor. Há algo nela que o intriga e o faz querer ficar por perto — mesmo sabendo que não deveria.

Divididos entre o bom senso e o desejo, os dois se veem envolvidos em uma relação apaixonada. Mas, quando a família desajustada de Tyler ameaça destruir seu futuro — assim como o dela —, Rory precisa decidir se vai cortar os laços com o perigoso mundo do namorado ou se vai seguir seu coração, não importa o preço a pagar.

RESENHA DO LIVRO:

É engraçado como há muito tempo não comprava um livro pela capa. True me chamou a atenção totalmente,  não sei por qual motivo, mas eu sabia que tinha que tê-lo. Comprei sem ler a sinopse, e isso é raro, nunca fiz isso rs
Rory é uma garota tímida que cresceu com o pai, é muito inteligente e de poucos relacionamentos,  além de ser virgem. Achei que ela seria uma daquelas virgens melosas e sem graça,  só que fui enganada. Nossa protagonista vai para a faculdade e começa a morar com duas amigas que não tem absolutamente nada a ver com ela.

Tyler é um cara mega descolado e cheio de tatuagens. Veio de uma família completamente desestruturada e mantém uma amizade colorida com uma das amigas da Rory.

O livro começa numa cena bem tensa, quando Rory vai para uma festa e sofre uma situação constrangedora.  E nessa parte eu vi um problema: achei que a autora pecou nessa parte e foi feito muito pouco pelo ocorrido,  incluindo as supostas “amigas” que não agiram da forma correta como ela merecia. Mas enfim, o mundo não é justo! Já Tyler que nem era amigo teve mais consideração com Rory. Nosso salvador a leva pra casa e é a partir daí que as coisas mudam entre eles, com Tyler dando mais atenção e se aproximando dela.
Gostei do seguimento que o livro tomou. Tyler começou a aparecer em todos os locais que Rory estava, seja no trabalho,  na escola,  no dormitório. E ela fica meio perdida com toda essa percepção da parte dele, afinal de contas, eles não tem nada em comum. Rory não é boba e a forma como age sem ficar chocada quando descobre a verdade, e a sua resolução de “vamos em frente ver no que vai dar” foi sensacional.

Algumas cenas foram muito boas, como as que mostravam a realidade de Tyler, e o amor que sente pelos irmãos é tão verdadeiro e muito maravilhoso.  O almoço na casa do pai da Rory também foi muito bacana. E vou parar de falar porque senão soltarei um monte de spoilers.

Leia! Valeu muito a pena. A leitura foi muito fluida e leve, li bem rápido que não conseguia largar em nenhum momento. Tive uma linda surpresa com ele.
Amei esse trecho:

Sabe por que a gente se dá bem, Rory?— Por quê? (…)— Porque nós dois vemos além do que as outras pessoas veem na gente. Nós dois sabemos que, às vezes, as melhores coisas estão debaixo da superfície. (…)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

Marvel | Loki e Wanda ganharão séries no streaming da Disney

Segundo a Variety, Loki e Wanda, interpretados por Tom Hiddleston e Elizabeth Olsen, ganharão série no streaming da Disney na Marvel. A Disney pretende investir...

Panini divulga a primeira capa do crossover entre Turma da Mônica e Liga da Justiça da DC Comics

Sábado passado, dia15 de setembro, durante o Batman Day, um evento especial realizado pela Panini para os fãs do Homem-Morcego, a editora divulgou com...

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Review | Fire Force Vol. 1, de Atsushi Ohkubo

Novo mangá do mesmo criador de Soul Eater, Fire Force nos traz a história do aspirante a bombeiro Shinra Kusakabe, mas não um bombeiro...

Mais Notícias