Review | Running Barefoot by Amy Harmon

Running Barefoot Amy HarmonSINOPSE:
Quando Josie Jensen, uma desajeitada prodígio musical de 13 anos de idade cai de cabeça no novo garoto Samuel Yazzie, um rapaz de 18 anos de idade,
Navajo e cheio de raiva e confusão, uma improvável amizade floresce. Josie ensina Samuel sobre palavras, música e amizade, e ao longo do caminho encontra sua alma gêmea.
Após a formatura, porém, Samuel abandona a sonolenta cidade pequena, em busca de um futuro e de uma vida, deixando sua jovem mentora para trás.
Muitos anos se passam antes de e Samuel voltar a encontrar sua velha amiga, que agora necessita das mesmas coisas que ofereceu a ele anos antes. Seus papéis são invertidos, e Samuel ensina a Josie sobre a vida, o amor e sobre deixar ir.

FALANDO SOBRE:
Quando sentimentos de diversas formas são dispersados em você de uma maneira inesperada e surpreendente. Assim começa nossa aventura!

Eu fui arrebatada por um querer e um desejo inesperado de proteção e amor pela Josie Jesen! Como não se encantar por esta garota que viu sua vida destroçada por uma grande perda. Não viveu sua infância e desde sempre se tornou responsável e muito mais amadurecida que muitos adultos por aí. Com a Josie aprendemos que chocolate é vida sim e que o amor acontece mesmo quando você não o reconhece!

Samuel Yazzie, um adolescente que tem que lidar com o preconceito da sociedade, mas acima de tudo lutar por seu lugar no mundo, acaba provando ser um rapaz responsável e de caráter enorme! Temos um amor puro nascido da amizade e companheirismo dos dois apesar da enorme diferença de idade!

Temos uma passagem de tempo arrebatadora que vai te levar ao limite da razão e da emoção!

A capa internacional deste livro destaca tudo o que é a Josie em todo o contexto! Não tenho palavras para exprimir os sentimentos, Amy Armon se tornou uma das minhas autoras preferidas! Quando você acha que ela não tem mais nada para escrever, eis que ela te surpreende com uma linda história de amor nascido da amizade e cultivado ao longo da vida! Leia você também e se encante pela Josie e pelo Samuel!

Para quem esta acostumado a ler os livros da Amy, ela tem o costume de colocar passagens da Bíblia em teus livros e neste ela usou uma das que mais amo!

“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

1 Coríntios 13:1-13

OBRAS DA AUTORA LANÇADOS AQUI

Beleza Perdida
Amy Harmon
Ano: 2015 / Páginas: 336
Editora: Verus

Infinito + Um
Amy Harmon
Ano: 2015 / Páginas: 336
Editora: Verus

CONHECENDO A AUTORA:
Amy Harmon é uma autora americana. Amy sabia desde cedo que a escrita era algo que ela queria fazer, e ela cresceu dividindo seu tempo entre escrever canções e histórias. Tendo crescido no meio de campos de trigo sem uma televisão , com apenas seus livros e seus irmãos para entretê-la , ela desenvolveu um forte sentimento sobre como fazer uma boa história.

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet