Review | Minha Julieta de Leisa Rayven

   SinopseAlguns amores nunca te deixam ir…
Cassie jurou que nunca iria perdoar Ethan por quebrar o coração dela, quando eles estavam juntos anos atrás. Ele era seu grande amor, e quando ele se recusou a amá-la de volta, uma parte dela morreu para sempre… ou assim ela pensou. Agora ela e Ethan estão compartilhando um palco da Broadway, e ele está determinado a reconquistá-la. Finalmente ele é capaz de dizer todas as coisas que ela precisava ouvir… mas ela pode acreditar nele? Será que ele realmente mudou, e o que faz com que esta mudança seja diferente de todas as suas outras promessas não cumpridas?
A resposta está em algum lugar do passado, e agora a verdade virá à luz. Cassie voltará a confiar da maneira como ela era antes com Ethan? Ou é tarde demais para estes amantes estrela-cruzados?

Resenha : Minha Julieta é o segundo volume da série Meu Romeu. 

Em Meu Romeu podemos ver o romance do casal, Cassie e Ethan. No inicio do livro, percebemos que Cassie está muito amargurada com algo do passado em relação a Ethan e por mais que ele tente convencê-la que está diferente, ela não consegue confiar inteiramente nele. O livro segue mostrando cenas do passado e do presente, intercalando para entendermos o que aconteceu com o casal. No fim do livro, a autora deixa um gostinho de “terá continuação.”

Cuidado com algum tipo de spoiler!

Assim, chegamos ao segundo livro, Minha Julieta. No fim de Meu Romeu, vimos os acontecimentos do passado e do presente, onde deixam uma pequena parte dos dois. Agora, o foco é mais no presente, dando continuidade a alguns eventos do passado para entender porque Cassie ficou tão quebrada e sem esperanças para o amor.

Personagens : 

Posso dizer que Cassie não foi uma personagem que me encantou muito, nem no passado e nem no presente. No passado era muito ingênua, fazendo com que sua paixão por Ethan fosse maior do que tudo e todos, muitas vezes passando por humilhações mas continuando firme e forte. No presente ela está “quebrada”, não quer amar ninguém e possui somente um amigo, nunca se recuperou de Ethan e isso a deixa completamente vazia.

Ethan foi o oposto, no passado era desequilibrado, ciumento, possessivo, e resolvia tudo na base dos gritos e palavrões. Mesmo assim, Cassie era um amor com ele e muito paciente, colocando o amor dos dois em primeiro lugar por saber que Ethan é cheio de traumas. No presente, ele esta mais atencioso, carinhoso, amoroso e nem um pouco agressivo (efeitos da terapia).

Crítica : Posso dizer que gostei muito de Meu Romeu, por ser um ambiente diferente e ter um enredo menos clichê. Como os personagens se conheceram, suas peças de teatro nos palcos durante anos e a curiosidade de saber mais sobre porque os personagens estavam tão diferentes no presente. Essa troca de passado e presente deixa tudo mais empolgante.

Em Minha Julieta , a história continua no mesmo ritmo, deixando o leitor perceber o porque de tudo aquilo. A leitura fluiu bem, por ser um enredo muito inteligente, mas algo que me incomodou foram as cenas de sexo sem tempo de descanso. Todas as situações pelas quais os personagens passavam, havia uma cena erótica e isso acabou deixando um pouco repetitivo e clichê.

Posso dizer que um livro completa o outro, mas a autora poderia ter encurtado Minha Julieta nas cenas sensuais, para que o leitor não tivesse que reler as mesmas coisas muitas vezes. A química do casal fica explicita, tendo em mente que os dois se amam mas precisam resolver seus problemas internos para ficarem juntos.

Nos últimos capítulos as coisas começam a melhorar, acontecimentos realmente interessantes deixam o leitor curioso e ansioso por mais. Assim, posso dizer que foi um livro bom, mas com uma grande parte erótica maçante.

 

Coração Perverso será o terceiro volume da série, contando a história da irmã de Ethan.

Amei essas capas e vocês ?

 

 

ANÚNCIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Review | Dr. Stone, de Riichiro Inagaki e Boichi

Partindo de uma premissa de ficção pura, logo nas primeiras páginas o próximo lançamento da Panini, Dr. Stone, nos entrega uma tragédia de proporções...

Caçador (Manhunter I)

Nos anos 1940, surgiu vários títulos que apresentavam super-heróis, como também vigilantes, heróis que sem poderes enfrentava o submundo do crime. Entre as diversas...

Crítica | The Man in the High Castle (3ª Temporada)

A terceira temporada de The Man in the High Castle vem grandiosa, com mais tramas envolventes e mais destruição.Depois da morte de Hitler, outro...

SDCC 2018 | DC Comics anuncia quatro novas animações para 2019

A DC Comics, entre os diversos anúncios da San Diego Comic-Con, revela quatro novas animações para o ano que vem. Após anunciar os filmes...

Mais Notícias

Você não está conectado à internet