Review | Não se apega Não de Isabela Freitas

“Tudo começa com um ponto-final: A decisão de terminar o namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.

Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, com as tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.”

Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.



Estava no meio de uma “ressaca literária” e à procura de algo leve para ler, foi então que me deparei com esse livro da Isabela Freitas que estava em alta, e logo ganharia uma mini série no Fantástico. Quando vi a capa e a sinopse logo pensei ser um livro de autoajuda mas resolvi ler mesmo assim. Quando comecei a ler as primeiras páginas, onde ela sita as 20 regras do desapego percebi que sim, seria um livro de autoajuda, mas essa impressão logo mudou.

Na verdade, a autora mistura ficção e autoajuda, conforme narra o desenrolar de uma estória da sua vida, e filosofa sobre relacionamentos em geral dando suas opiniões e seu ponto de vista adquiridos ao passar por essas situações. O livro todo é narrado em primeira pessoa e conta a estória de uma mulher de 20 e poucos anos, Isabela Freitas a autora, que decide terminar um relacionamento que durou 2 anos. Ela narra como foi o término desse relacionamento, a vida de se “redescobrir” como solteira novamente, a busca pelo “príncipe encantado” e até o momento em que criou o seu blog pessoal para simples desabafos. Sim, a autora tem um blog pessoal, que foi feito anonimamente, como uma espécie de diário on-line que também é citado no livro.

Na trama, Isabela se mostra como uma mulher que ainda acredita naquele conto de fadas do príncipe encantado, e procura em cada homem com quem se relaciona esse cavalheiro para viver o “Felizes para sempre”, mas não o encontra e narra, de uma forma até que divertida, todas as vezes em que quebrou a cara, teve amizades falsas e se relacionou com pessoas erradas.

ISABELA FREITAS – ESCRITORA

A parte em que eu mais foquei no livro foi a que ela diz que tem o sonho de ser escritora e em como o Pai, leitor assíduo e apaixonado, teve participação nisso fazendo ela amar os livros, inclusive, sua dedicatória do livro é para seus pais e, como podemos notar, ela alcançou esse sonho. A leitura é bem rápida, mas a estória em si é mais para dar risadas das trapalhadas da Isabela e conhecer um pouco da vida da autora que, através do seu blog, conseguiu realizar o sonho de ser escritora.

Não se apega não está mais para o público adolescente e para o público do blog da autora, não que a leitura seja de todo ruim, porque não é, mas se você está chegando próximo aos 30 aos talvez esse tipo de leitura não seja para você justamente pelo tom adolescente e imaturo dado pela autora em muitas situações da narrativa.

REVER GERAL
Nota
6.50
Sou a romântica desse enorme Multiverso! Livros são minha eterna paixão, HQs entraram arrombando a porta do meu coração e estão me levando a uma alegre falência... como não se apaixonar pelo Batman ou não amar o Aquaman vulgo Jason Momoa. Este é o meu mundo! Seja bem vindo a ele!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here