Review | A Máquina do Tempo de H.G. Wells

Dentre tudo que nós, meros mortais imaginamos ser o futuro, nada se compara ao testemunho do viajante do tempo. Em sua obra A Máquina do Tempo, H.G. Wells nos traz um roteiro simples e digno de sua atenção, apresentando o sonho de qualquer ser humano, presenciar o futuro!

O nome já bastante sugestivo, nos apresenta a premissa de uma suposta viagem no tempo, onde o passado e o futuro pode ser alcançado em questão de segundos. Wells nos permite imaginar como será a humanidade daqui a alguns milhares de anos, como estamos caminhando lenta e subliminarmente para o fim e a segregação rude de classes. O Mais fascinante, é que o livro foi escrito em 1895, quando Wells ainda nem era um escritor consolidado de fato, porém por ser uma obra atemporal muitos e muitos outros pensadores usaram do tema para desenvolver maravilhosas e diferentes obras.

Claramente após ler o livro você percebe que a real intenção de toda essa aventura, nada mais é que uma das mais claras e contundentes críticas sociais no que diz respeito ao futuro de nossa humanidade. O Viajante do tempo possui o benefício de sair de uma sociedade e encarar o desafio de desbravar e descobrir milhares de anos no futuro, o que nós seres humanos nos tornamos, onde nossos preconceitos nos levaram, nossos costumes e cultura. A partir desse princípio Wells muda elementos e cria quase que metaforicamente um cenário que conseguimos reconhecer nos dias de hoje e imaginar também que há um possibilidade daquela situação no futuro.

A narrativa, por mais datada que seja, nos permite devagar na narrativa do viajante, imaginar novas criaturas, lugares, cenários da natureza. O triste e real é ver que realmente mais de 100 anos depois ainda temos essa sensação de separação de classes e culturas movidas cada vez mais pelo capitalismo que nos afogará em nossos próprios sonhos. Além da recomendação pela leitura, temos também o filme estrelado pelo ator Guy Pearce (2002), ambos são satisfatórios e permite enxergar o foco da obra da mesma forma.

Eu já havia lido outros livros que tratavam do mesmo tema, livros como (1984 – George Orwell) ou (HQ Perfuraneve – Jacques Lob). Todas as obras nos fazem refletir fortemente sobre como o capitalismo tende a dominar a classe menos favorecida, e essa característica social só se agrava com o passar dos anos, distinguindo facilmente o que é estilo de vida e o que é senso de sobrevivência. O próprio personagem compartilha de sua frustração em relação ao futuro, por mais que seja difícil de imaginar, temos sim um sentimento otimista quando imaginamos o futuro, e saber de antemão que não será melhor do que temos agora, só diminui a esperança sem a qual não conseguimos viver. Wells matou a pau, em um livro simplesmente curto, te faz pensar muito mais do que sua mente pode ver. Leia outras grandes obras do autor também, como GUERRA DOS MUNDOS, A ILHA DO DR MOREAO entre outras.

ANÚNCIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Guardiões da Galáxia | Marvel divulga nomes dos personagens que poderão compor nova formação da equipe nos quadrinhos em 2019

Segundo arte promocional divulgada pela editora Marvel Comics em sua página oficial, a nova formação dos Guardiões da Galáxia está sendo escalada pelo roteiristas Donny Cates e Geoff Shaw...

SDCC 2018 | DC Comics anuncia quatro novas animações para 2019

A DC Comics, entre os diversos anúncios da San Diego Comic-Con, revela quatro novas animações para o ano que vem. Após anunciar os filmes...

Aposta de Robert Kirkman é anunciada pela Image Comics

Hardcore, de Andy Diggle e Alessandro Vitti é anunciada pela Image, no selo Skybound de Robert Kirkman (The Walking Dead), para ser lançada no final deste ano....

Parabéns Superman !!!

Quem me conhece pessoalmente ou nas redes sociais sabe da minha predileção pelo Batman (que devemos lembrar, que fará 80 anos em 2019...não se...

Mais Notícias

Você não está conectado à internet