Review | Coleção Graphic Novels Marvel #70 – A Essência do Medo – Parte 1

Review de Coleção Graphic Novels #70 – A Essência do Medo Parte Um, escrito por Matt Fraction e desenhos de Stuart Immonen, lançado em dezembro de 2016 pela Editora Salvat, 176 páginas, R$ 39,90, formato americano. Originalmente em Fear Itself: Prologue, Fear Itself #1-3 e Fear Itself: The Worth.

Sinopse:

Uma ameaça mortal do passado distante voltou do exílio para lançar uma sombra de medo sobre a Terra. Enquanto Odin, o Pai Supremo, corta os laços de Asgard com o mundo dos homens, males arcanos e novos inimigos juntam forças para erradicar os Heróis Mais Poderosos da Terra. Em Essência do Medo, o fogo infernal dos Nove Reinos é arremessado contra o Universo Marvel – poderão nossos heróis suportar tão odioso ataque?

Comentário edição a edição:

Prologue: Durante a Segunda Guerra Mundial, alguns atlantes foram capturados pelo Caveira Vermelha e usados como sacrifícios. Os Invasores foram atrás do Caveira, mas já era tarde. Um grande mal já havia sido liberado. Hoje, Pecado, filha do Caveira e Zemo vão até o Egito para encontrar um antigo e poderoso artefato.

Fear Itself #1: Pecado vai até a Antártida e encontra o martelo místico que a transforma em Skadi, uma arauto da Serpente, uma divindade antiga que tem o poder de propagar o medo. Após o fim da saga O Cerco, Tony Stark se propôs a projetar a reconstrução de Asgard. Mas, quando Odin percebe que A Serpente foi libertada de sua tumba nas profundezas das Fossas Marianas por Pecado, exige que os asgardianos abandonem a Terra, causando a rebelião de seu filho.

Fear Itself #2: Serpente pressente a saída dos asgardianos e libera os sete Dignos ao redor do mundo. O Fanático se torna Kuurth, o Destruidor de Pedra; O Hulk se torna Null, o Destruidor de Mundos; Titânia se torna Skirn, a Destruidora de Homens; Attuma se torna Nerkkod, o Destruidor de Oceanos. Pecado e seu exército lançam um ataque devastador contra a capital dos EUA.

Fear Itself #3: O mundo é dominado pelo medo e pela incerteza. Em Washington, D.C., o Capitão América (Bucky Barnes) e alguns aliados, Falcão e Viúva Negra, tentam deter Pecado. O Homem-Absorvente se torna Greithoth, o Destruidor da Coragem. Além disso, o próximo dos Dignos é Angrir, o Destruidor de Almas no corpo de Ben Grimm, o Coisa.Para obliterar a ameaça da Serpente de uma vez por todas, Odin pretende erradicar a Terra. Thor é enviado à Midgard para lutar ao lado de seus companheiros. E a saga faz sua primeira grande baixa.

The Worthy: O Caveira Vermelha desejava um filho para herdar seu legado de conquistas, mas ao invés disso, foi convencido a não matar a filha, a quem deu o nome de Synthia. Ela foi rigorosamente treinada para ser a sucessora de seu pai. Cain Marko não nasceu com poderes como seu irmão adotivo Charles Xavier. Mas, sua vida mudou quando ele encontrou o Rubi de Cyttorak. Antes de receber seus poderes do Doutor Destino e se tornar a Titânia, Mary MacPherran sempre foi ignorada e tratada como alguém insignificante. O Gárgula Cinzento reflete sobre seu início promissor como super-vilão, até se deparar com o martelo que lhe transformará em Mokk, o Destruidor da Fé. O passado trágico de Bruce Banner até ele se tornar o Hulk já não é mais segredo para ninguém. Atttuma nunca desistiu de conquistar Atlântida, de acordo com o cumprimento de uma antiga profecia. Loki, em sua incessante busca pelo trono de Asgard, vê em Carl Creel, um aliado perfeito e logo, o tornaria o Homem-Absorvente. Ben Grimm está tendo pesadelos onde ele, após receber seus poderes oriundos dos raios cósmicos, mata seus três companheiros. Ben teme que esses pesadelos sejam manifestações de algo que ele carrega dentro de si. Essa edição é dedicada a apresentar, em poucas páginas, os sete Dignos da Serpente.

Análise final:

O Caveira Vermelha está morto, mas sua filha Pecado carrega o legado de terror de seu pai, ao liberar antigas forças do mal. Forças que fazem o próprio Odin temer pelo destino de seu povo. Quando sete dos seres mais poderosos e perigosos do mundo são possuídos por poderes místicos, os heróis precisam mais do que nunca superar seus temores e provar porque são considerados as Maravilhas deste universo.

Mais uma vez, a Marvel aproveita um grande evento para expor sua posição sócio-política vigente na época, dentro de uma trama envolvendo seus personagens fictícios. Uma posição passiva diante de uma situação de crise fica clara quando os heróis se deparam com um ataque repentino e global. Gosto dos desenhos do Stuart Immonen, embora ache que seriam melhor aproveitados em personagens jovens e adolescentes. O clima de destruição e caos mantém o tom cataclísmico da história. Leitura recomendada.

Nota geral: 8,0

Por Roger

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here