Review – Vingadores: Mundo de Vingadores

Review - Vingadores: Mundo de Vingadores

Avante Vingadores de múltiplos universos!

Review - Vingadores: Mundo de Vingadores - Capitão America

De volta para mais um review de quinta, dessa vez comentando minhas impressões sobre o encadernado Vingadores: Mundo de Vingadores, publicado pela Panini ao preço de R$26,90 com 148 páginas, capa dura. Compila as 6 primeiras edições de Avengers World Escrito por Jonathan Hickman e desenhado por Jerome Opeña e Adam Kubert.

Sinopse: Os Vingadores “pensam grande”, expandindo suas fileiras e sua esfera de influência para uma escala global e até interplanetária. Quando o Capitão América fizer seu chamado, quem irá responder? As respostas vão surpreendê-lo! A primeira missão dos Vingadores levas os heróis a Marte, mas os segredos do Jardim os levarão de volta a seu planeta natal, mais especificamente à Terra Selvagem! E, quando a Guarda Imperial de Shiar é destroçada numa lua morta, os Vingadores atravessam a galáxia para enfrentar uma força de invasão. Tudo isso leva a origem secreta do próprio universo, e a Capitã Universo se apressa em decifrar o código escondido nas aventuras recentes dos Vingadores! Jonathan Hickman leva os Heróis mais Poderosos da Terra para um novo patamar, com ameaças gigantescas, grandes ideias e enorme idealismo. Esses são os Vingadores da NOVA MARVEL!


A HQ começa em Marte, nos apresentando novos vilões: Ex Nihilo, Abismo e Aleph que atrai a atenção dos Vingadores, após o lançamento de misteriosas bombas, que tem por objetivo modificar a vida
na Terra ao incorporar uma nova criação no planeta. Após um breve confronto contra os misteriosos seres (e tendo o Hulk com sua mente sendo dominada por Abismo), a equipe de Vingadores é capturada e apenas o Capitão América é “devolvido” para a Terra como uma mensagem. Após recuperado, Steve dá início a uma série de recrutamento para a equipe que tem não apenas o intuito de resgatar os Vingadores capturados, mas de expandir a equipe, adicionando novos (e alguns já conhecidos) heróis as suas fileiras. 

Quanto ao vilão Ex Nihilo, é interessante notarmos seus objetivos, que não são desenvolvidos por pura maldade ou vingança. Ex Nihilo faz o que ele fora designado a fazer: cultivar a vida, mesmo que isso inclua destruir toda uma civilização já existente de um planeta. 

Review - Vingadores: Mundo de Vingadores
À direita: Ex Nihilo, Abismo e Aleph.

O plot inicial da revista é esse que se desenvolve nos 3 primeiros números e as próximas histórias nos trazem as consequências que os atos de Ex Nihilo trazem a Terra e em paralelo as origens dos novos integrantes da equipe de Vingadores. Assim somos apresentados ao Hipérion, Esmagadora e Capitã Universo (que ao meu ver, foi a origem mais interessante desses três). 

Review - Vingadores: Mundo de Vingadores

Traços de Adam kubert.
Traços de Adam kubert.

Os desenhos das edições 1 à 3 trazem o Filipino Jerome Opeña com um traço muito interessante com belíssimas expressões e movimentação bastante fluída num traço bastante realista. Já Adam Kubert não me agradou tanto nas edições 4 e 5, mas entrega um traço bastante competente na edição 6 (que é justamente a edição que revela mais sobre a Capitã Universo).

Review - Vingadores: Mundo de Vingadores

Review - Vingadores: Mundo de Vingadores
Desenhos de Jerome Opeña.

Em geral Vingadores: Mundo de Vingadores, não chega a ser um reboot (termo que a Marvel tanto foge hehe) mas uma história competente e bem equilibrada entre um início
de ação e as origens dos novos personagens, mantendo sua qualidade sem produzir amarras anteriores que impediriam
novos leitores de gostar da narrativa. E vc leitor? também leu Mundo de Vingadores? Concorda ou discorda de algum ponto? Comentem em nossa área de comentários ou em nossas redes sociais. Até a próxima!

Review - Vingadores: Mundo de Vingadores
As capas das edições 1-3 americanas, formam um belíssimo painel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here