Review – Um Passeio por Astro City

Fala galera, blz ?
Hoje venho trazer o review de
um material que a muito me deixava curioso: Astro City.

Ao preço de R$23,90, 196
páginas e capa cartonada, a Panini nos brinda com o primeiro volume dessa
aclamada série, escrita por Kurt Busiek, ilustrada por Brent Anderson e com as
capas do talentoso Alex Ross, intitulada: Vida na Cidade Grande, pelo selo
Vertigo.

Nesse primeiro volume (que
compila da edição 1 até a 6 de 1995), nós não somos introduzidos á história da
cidade ou aos personagens, por que essa não é a proposta de Astro City.
Primeiramente é importante saber que, diferente de outras editoras que se
propõem a contar histórias de super-heróis (sim, Marvel e DC), Astro City NÃO
possuí uma ordem cronológica de uma história para outra, ou seja, cada história
pode ocorrer anos no passado da cidade, quanto anos no futuro. Kurt Busiek cria
um mundo habitado por super seres durante anos, e foca não somente em
personagens poderosos e grandes embates, mas sim na vida dos cidadãos desta
incrível cidade.

Os heróis são basicamente simulacros
tanto do universo Marvel, quanto do universo DC. Temos um Super homem
(Samaritano), Mulher-maravilha (Justiça Alada), Homem-Aranha (Caixa de
Surpresas
), Capitão America (Agente de Prata) e uma espécie de Liga da Justiça (Guarda de Honra) entre outros.

O que mais curti em Astro City foram as situações
que Kurt Busiek cria com os heróis. Como um encontro entre o Samaritano e
Justiça Alada na história: “Jantar às Oito”. Os dois possuem o mesmo ideal, mas
com perspectivas diferentes, e os diálogos desenvolvidos são afiadíssimos. Outra
que achei bem legal foi “Proteção”, que conta a história de uma jovem que
trabalha na cidade, mas mora num lugar parecido com Silent Hill, com monstros e
vampiros rondando sua vizinhança a noite. Em “A Notícia”, nós vemos um grande
evento sendo testemunhado por um repórter, que não tem o direito de ver sua
reportagem publicada. As comparações com Ben Urich do universo Marvel, são inevitáveis.

Quanto a arte, eu não achei
nenhuma obra prima, mas cumprem bem o papel, com expressões que convencem bem e
boas cenas de ação:

Enfim, Astro City foi uma
grata surpresa por trazer o conceito de Marvels (também escrita por Busiek) de
volta de uma forma magistral, com histórias bem desenvolvidas, explorando ao máximo
o conceito de super heróis, que hoje em dia anda tão fraco das pernas. A edição ainda traz uma seção bem bacana de extras, mostrando os concepts originais de alguns personagens e um mapa da cidade:

E isso é tudo pessoal, até a próxima.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Marvel anuncia o fim do Demolidor

A Marvel Comics lançou uma imagem misteriosa que anuncia algum tipo de final que afetará o Demolidor. A editora twittou uma imagem de Matt Murdock segurando sua máscara de...

Capitã Marvel | Confira Trailer Oficial

Vingadores Guerra Infinita nos presenteou com um vilão digno no papel do poderoso Thanos, mostrou também que seu poder sem precedentes não poderia ser...

Crítica | Tom Clancy’s Jack Ryan

Jack Ryan é o agente da CIA com melhor desempenho nas telonas e nos livros: de nerd burocrático, agente de campo até se tornar...

Jack Ryan | Tudo o que você precisa saber

Jack Ryan estreou uma nova aventura na TV e você precisa conhecer esse agente da CIA que possui incontáveis aventuras nos livros e no...

Mais Notícias