Review | Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #42 – Shang Chi

Li Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #42 – Shang-Chi, que reúne a minissérie em três edições de Spider-Island: Deadly Hands of Kung Fu, escrito por Antony Johnston e desenhos de Sebastian Fiumara, e a minissérie em quatro partes de Deadly Hands of Kung Fu, escrito por Mike Benson e desenhos de Tan Eng Huat, lançado pela Editora Salvat. 

Análise:

As Mãos Mortíferas do Kung Fu – Ilha-Aranha: Manhattan foi tomada pela Praga-Aranha, situação direta da saga Ilha-Aranha. Em meio ao caos que se espalhou pela cidade, o Punho de Ferro é capturado pela Noiva das Nove Aranhas. Shang-Chi, que também foi infectado com poderes aracnídeos vai atrás de seu amigo e seus companheiros, as Armas Imortais. História complementar (tie-in) da saga da Ilha-Aranha onde o foco é a ação, com Shang-Chi mostrando todas as suas habilidades marciais. Mas, a história basicamente se resume a isso. Leitura insatisfatória.

As Mãos Mortíferas do Kung Fu: Enquanto estava em uma missão dos Vingadores Secretos, Shang-Chi fica sabendo que sua antiga companheira de MI-6, Leiko Wu foi brutalmente assassinada. Shang-Chi parte para Londres para prestar suas últimas homenagens e caçar o assassino de Leiko. Sua busca o levará a reencontrar várias pessoas importantes de seu passado. Excelente história que remete às clássicas histórias de espionagem do Mestre do Kung Fu dos anos 70, com reviravoltas, traições e motivações filosóficas. Todos os elementos clássicos podem ser encontrados e até mesmo personagens como Leiko Wu, Black Jack Tarr e Meia-Noite. Leitura altamente recomendada.

Por Roger

Colecionador de HQs Marvel desde 1981 quando comprei minha primeira HQ Heróis da TV Nº 21 pela Editora Abril e HQs DC desde 1984 quando a Abril lançou os três títulos: Super-Homem, Batman e Heróis em Ação. Durante a década de 90, por motivos pessoais, fiz uma pausa, mas retornei em 2000 lendo algumas histórias do universo Ultimate.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here