Planeta Comenta DC no Multiverso: Especial – Zero Hora

Zero Hora foi uma minissérie retroativa em cinco edições escrita e desenhada por Dan Jurgens, e que serviu principalmente para consertar algumas inconsistências que havia na cronologia do Universo DC em decorrência de Crise nas Infinitas Terras.

4655999-01-new-edition

Alguns acontecimentos que antecederam Zero Hora foram a queda do Batman, a morte e retorno do Superman, o que acarretou na destruição da cidade de Coast City, e que acabou levando o lanterna verde Hal Jordan à loucura, chegando ao ponto de absorver os poderes da Bateria Central de Oa, e assassinar muitos membros da Tropa e quase todos os Guardiões do Universo, tornando-se Parallax. A Sociedade da Justiça da América é resgatada do Limbo ainda com suas aparências joviais devido à magia em que se encontravam. Há ainda os acontecimentos da saga Armageddon 2001, onde o cientista Matthew Ryder torna-se o herói Tempus que retona ao passado com a intenção de identificar e destruir o vilão Monarca. Ao final dessa saga, descobre-se que o herói Rapina acaba se tornando a versão do Monarca que aterroriza a época em que Ryder vive. Porém, num confronto posterior, o Monarca acaba se tornando o vilão Extemporâneo e foge no fluxo do tempo.

Com essas informações anteriores, começa a saga Zero Hora, onde Tempus e os Homens Lineares que observam anomalias temporais, notam que vários segmentos de tempo e do espaço estão se desfazendo. Tempus resolve investigar e acaba descobrindo que Extemporâneo está de volta e causando toda essa anomalia. Ao tentar buscar ajuda, Tempus acaba testemunhando os sacrifícios de Wally West e uma versão em início de carreira de Hal Jordan como Lanterna Verde. Mesmo assim, Tempus consegue a ajuda de todos os heróis da Terra, inclusive de alguns heróis que misteriosamente acaba aparecendo no universo principal devido às perturbações cronológicas, como uma versão alternativa da Batgirl e o Centurião Alfa.

A SJA enfrenta Tempus e são facilmente derrotados, inclusive com seus membros voltando à suas condições físicas de acordo com suas idades avançadas, com exceção de Alan Scott que ainda se mantém jovem. Descobre-se que o Extemporâneo está mais poderoso do que antes pois agora ele possui os poderes combinados de Rapina, Columba, Monarca e do próprio Tempus. Enquanto várias linhas temporais começam a se mesclar fazendo com que o universo entre em colapso, Superman, Mulher-Maravilha, Capitão Átomo e Metron conseguem corrigir a falha e deter a Entropia.

Quando a crise parecia ter acabado, surge o verdadeiro vilão por trás de tudo – Hal Jordan Parallax. Em sua obsessão em trazer Coast City de volta, Hal decide destruir toda a existência e recomeçar tudo. A Legião dos Super-Heróis no futuro foram suas primeiras vítimas. Jordan está usando energia cronal para recriar novos mundos, mas Tempus consegue salvar alguns heróis poucos segundos antes da destruição da existência. Com a ajuda do Espectro, esses heróis sobreviventes conseguem impedir Parallax, e num último ato de heroísmo, o Arqueiro Verde mata Hal Jordan, seu melhor amigo, a fim de salvar toda a existência.

Zero Hora serviu não somente para corrigir incongruências da Crise nas Infinitas Terras, mas também trouxe algumas mudanças no status de alguns heróis como a Legião dos Super-Heróis, Gavião Negro, SJA e Eléktron. Além disso, os acontecimentos em Batman: Ano Dois foram apagados, e até mesmo o passado de Selina Kyle contado em Batman: Ano Um de Frank Miller foi mudado.

Mais uma vez, Dan Jurgens mostra todo o seu vasto conhecimento sobre o Universo DC ajudando a aparar sua cronologia. Tanto é que, logo após o término de Zero Hora, todos os títulos foram lançados com a numeração “0” e servindo como um excelente ponto de partida para novos leitores. Uma luta pela sobrevivência da própria existência onde o altruísmo deve falar mais alto. Vale a leitura.

Por Roger 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

Nova graphic novel da AVEC apresenta um universo que mistura Steampunk, fantasia e Superequipes.

Chega este mês às principais livrarias e lojas especializadas em quadrinhos do Brasil, o novo trabalho do escritor bestseller Felipe Castilho (autor de A Ordem Vermelha: Filhos...

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Lançamento de Resgatar o Brasil, de Jessé Souza e Rafael Valim

A Editora Contracorrente e a Boitempo apresenta o lançamento da obra Resgatar o Brasil, coordenada pelos professores Jessé Souza e Rafael Valim, a coletânea confronta, neste momento dramático da história nacional,...

3º Festival de Quadrinhos de Limeira

Para quem esteve presente no ano passado na cidade de Limeira e pôde comparecer no FLIQ 2017 acompanhou dois dias de muita atividade relacionada à...

Relembrando Animes – US Manga

Hoje o Relembrando animes vai ser um pouquinho diferente... Ao invés de falar sobre animes os tokusatsus, vou falar sobre um programa de TV....

Mais Notícias