Li Homem-Aranha Superior #22-26 e Anual #1, do encadernado Superior Spider-Man: The Superior Venom, com roteiro de Dan Slott e Christos Gage e desenhos de Humberto Ramos e Javier Rodriguez, e tecerei breves comentários.

Edição #22: A vida de Ottto parece ter finalmente entrado nos eixos com a inauguração das Indústrias Parker e sua vida amorosa com Anna Marconi. Flash Thompson, o Agente Venom tenta desbaratar um carregamento ilegal de um novo Mestre do Crime, mas é surpreendido pelo Superior Aranha.

Edição #23: A cirurgia de May Parker é um sucesso e ela voltou a caminhar normalmente. Porém, aparenta estar tendo certa dificuldade em aceitar o namoro de Peter com Anna Maria. Um plano secreto faz com que o Aranha consiga separar o simbionte do corpo de Flash, porém, como consequência, surge o Venom Superior.

Edição #24: Carlie Cooper continua à mercê do Duende Verde, que está à caça do Duende Macabro. Otto agora está hospedando o simbionte Venom e sem saber mais a quem recorrer, Mary Jane entra em contato com os Vingadores.

Anual #1: Blecaute, antigo inimigo do Motoqueiro Fantasma sequestra a Tia May para poder chegar até Peter Parker. Porém, ele não esperava ter de enfrentar o Aranha Superior, muito mais cruel, frio e calculista. Otto prova que é melhor ninguém se meter com Peter, ou ninguém próximo a ele.

Edição #25: Uma batalha campal nas ruas de Nova York entre o Aranha Venom Superior e os Vingadores. Otto aproveita a chance para justificar suas últimas ações, mas será que sua desculpa é o suficiente para enganar a mente analítica de Tony Stark. O Duende Verde transforma Carlie Cooper na Monstra e declara guerra contra o Duende Macabro.

Edição #26: A guerra foi declarada! Duende Verde contra Duende Macabro, e somente um deles poderá sobreviver. Alheio a esse confronto, o Homem-Aranha Superior ainda precisa lidar com a desconfiança dos Vingadores, já que sua história sobre a infecção do simbionte Venom não colou. E o que já era previsto, aconteceu… Peter Parker está de volta, mas apenas como um reles resquício de memória. Para retornar de vez, será preciso um longo caminho e muita perseverança.

Por Roger

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here