Planeta Comenta DC no Multiverso: Legião Perdida #1-7 (Os Novos 52)

Li Legião Perdida #1-7, do encadernado Legion Lost: Run From Tomorrow, com roteiro de Fabian Nicieza e Tom DeFalco e desenhos de Pete Woods, e tecerei breves comentários sobre as edições.

Edição #1: Lobo Cinzento, Tyroc, Tellus, Camaleoa, Pulsar, Vésper e Portal, sete legionários viajaram para os dias atuais atrás de Alastor, porém, o vilão já parece ter impregnado o ar com um patógeno mortal. Para piorar a situação, a Esfera do Tempo que levaria os legionários de volta ao seu tempo, acabou se danificando.

Edição #2: Dois membros – Camaleoa e Portal – estão desaparecidos, ou mortos. O restante da equipe precisa detectar quem foi infectado pelo patógeno liberado por Alastor, vírus que transforma a vítima em um hipersapien, um humano híbrido.

Edição #3: Já fazem três dias que os legionários estão presos em nosso tempo. Lobo Cinzento está impaciente de não fazer nada à respeito dos humanos infectados pelo patógeno e resolve seguir uma pista de um assassino selvagem avistado nas proximidades.

Edição #4: Lobo Cinzento seguiu o rastro de mais um hipersapien dentro de um shopping em Fargo e descobriu que Yera, a Camaleoa está viva, porém, presa dentro do híbrido. Lobo, Tyroc e Pulsar tentam ajudar sua companheira a retornar à sua forma original, enquanto que Vésper e Tellus continuam procurando por Alastor.

Edição #5: Apenas Tellus e Vésper podem conter a ameaça de Alastor, depois de descobrirem mais sobre o patógeno Hipertaxe liberado na atmosfera da Terra.

Edição #6: Lobo Cinzento e Camaleoa estão presos em uma instalação militar secreta, mas seus companheiros já estão prontos para o resgate, e com o reforço de Portal que está de volta. E o Caçador de Marte ajuda Tyroc e Pulsar a reconstruir a constituição corporal da Camaleoa.

Edição #7: Os legionários chegam à Nova York atrás de Alastor, quando Tellus “ouve” um chamado mental por socorro de uma jovem, um pedido que afetará profundamente a vida do legionário telepata. Na periferia, Lobo Cinzento invade um esconderijo de uma gangue traficante de drogas.

Título derivado da Legião dos Super-Heróis, onde sete membros são enviados aos nossos dias para deter um bio-terrorista em busca de vingança. O interessante na trama se dá quando eles ficam impossibilitados de retornar ao século 31e precisam se adaptar à sua nova situação.

Por Roger

Colecionador de HQs Marvel desde 1981 quando comprei minha primeira HQ Heróis da TV Nº 21 pela Editora Abril e HQs DC desde 1984 quando a Abril lançou os três títulos: Super-Homem, Batman e Heróis em Ação. Durante a década de 90, por motivos pessoais, fiz uma pausa, mas retornei em 2000 lendo algumas histórias do universo Ultimate.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here