Planeta Comenta DC no Multiverso: Homens de Guerra #1-8 (Os Novos 52)

Li Homens de Guerra #1-8, do encadernado Men of War: Uneasy Company, com roteiro de Ivan Brandon e desenhos de Tom Derenick, e tecerei breves comentários sobre as edições.

Homens de Guerra #1-8, do encadernado Men of War: Uneasy Company

Edição #1: Joseph Rock, neto do Sgt. Rock é designado junto a um esquadrão em missão de resgate. Além das dificuldades naturais da missão, há um imprevisto – seu batalhão é pego no meio do ataque de um super ser voador.

Edição #2: Gravemente ferido, Joseph Rock tem um encontro, ou uma visão de Circe, uma espécie de protetora do povo super poderosa. O resgate acontece, mas uma semana se passa e algo não parece correto.

Edição #3: Outra missão do pelotão de Rock envolve a captura de um navio cargueiro, que acaba dando errado. Porém, algo inesperado acontece – o soldado Korba parece ter desenvolvido algum tipo de super poder.

Edição #4: Depois de serem salvos pelos poderes de Korba, a unidade de Rock tenta fugir do local através do deserto, mas são atacados perto de um lago salgado.

Edição #5: Rock e seu pelotão são capturados por supostos heróis de guerra lendários que já deveriam estar mortos.

Edição #6: Rock descobre que algo sujo, envolvendo o exército dos EUA está por trás desses soldados “imortais” liderados por Prior Hearst.

Edição #7: Duas histórias, a primeira escrita por James Robinson sobre o misterioso Capitão Saint da força especial da Aernáutica, e a segunda, escrita por J.T. Krull mostra as dificuldades do pós-guerra na pele do Sgt. Fishman.

Edição #8: A última edição dessa série é escrita por Jeff Lemire e mostra Frankenstein, Agente da SOMBRA em missão durante a Segunda Guerra Mundial.

Homens de Guerra teve como foco inicial mostrar o lado “legado” da DC com Joseph Rock, neto do Sgt. Rock, mas intenção de misturar em demasia o lado da guerra real com o lado ficção dos super poderosos, deve ter prejudicado a longevidade no título.

Por Roger

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet