Planeta Comenta DC no Multiverso: Caça aos Titãs (Editora Panini)

Leia o comentário do Planeta sobre Caça aos Titãs, lançado pela Editora Panini em novembro de 2016.

Caça aos Titãs

Sinopse:

Robin, Moça-Maravilha, Ricardito, Aqualad, Rapina e Columba. Houve uma época em que este e outros jovens heróis eram sinônimo de justiça. Eles eram a Turma Titã, a maior equipe de super-heróis em todo o Multiverso… mas o Multiverso mudou, e a equipe desapareceu do mapa. Então porque Dick Grayson e Roy Harper – agora conhecidos como Asa Noturna e Arsenal – estão tendo lembranças de um mundo que nem sequer conheceram? O que os relaciona a um atlante chamado Garth e a uma amazona chamada Donna Troy? E que terríveis segredos conectam todos eles a uma misteriosa psíquica e um casal estranhamente normal? Uma coisa é certa, tudo está relacionado à sobrevivência do planeta Terra!

(Titans Hunt 1-8)

Comentário:

Edição #1: Roy Harper está em Oklahoma, vagando sem rumo. Dick Grayson em mais uma missão para a Espiral, quando é surpreendido por um poderoso atlante. Em comum, alguns flashes de estranhas lembranças e uma moça misteriosa chamada Lilith. 

Edição #2: Na Batcaverna, Dick Grayson começa a procurar por respostas à visão que teve sobe uma tal de Lilith e sobre o encontro com o misterioso atlante. Roy Harper não tem certeza do motivo, mas sabe que precisa se encontrar com a misteriosa Lilith. Gnaark desenha visões não completamente estranhas na parede e percebe que é hora de caçar. Nem mesmo o famoso e premiado compositor de trilhas sonoras, Mal Duncan parece imune aos estranhos acontecimentos. 

Edição #3: Donna Troy é atraída por uma visão que teve de Dick e Garth. Gnaark liberta Roy da prisão. E Malcolm está em seu estúdio preparando sua próxima trilha sonora. De repente todos eles são atacados simultaneamente por um som estridente dentro de suas mentes.

Edição #4: Malcolm Duncan passa a ser perseguido pelo Sr. Ciclone, e dá indícios de algo que perseguiu a Turma Titã no passado. Enquanto Garth e Donna Troy tentavam desvendar o mistério de seus sonhos, Dick Grayson percebe que para atrair a força misteriosa que os está espreitando, resolve voltar a usar novamente o uniforme do Asa Noturna.

Edição #5: Roy e Gnaark chegam ao consultório de Lilith no exato momento em que ela está atendendo Dawn Granger (Columba) e são atacados por Rapina. O Sr. Ciclone está de volta e quer obrigar Mal Duncan a usar seus dons meta-humanos de som e melodia para destruir os Titãs. Asa Noturna, Moça-Maravilha e Aqualad estão investigando sobre suas memórias compartilhadas e provavelmente esquecidas, quando são atacados pelo Mamute.

Edição #6: Cinco anos atrás o Sr. Ciclone tentou adentrar nosso mundo e foi impedido pela Turma Titã, mas ao custo de um enorme sacrifício. Eles tiveram de apagar suas memórias e se esquecerem de quem eram. Lilith revela toda a verdade à Roy, Gnaark, Rapina e Columba, quando são atacados pela Diablo.

Edição #7: Ciclone, uma organização que almeja deter a ameaça do Ciclone. Percebendo que os jovens titãs podem estar sob a iminência de serem usados pelo vilão, a organização decide acabar com a Turma Titã também.

Edição #8: Toda a Turma Titã está finalmente reunida para enfrentar o Dr. Ciclone, mas ele está a um passo de conseguir se transferir por completo para nossa dimensão. E pior, com os poderes de Malcom, Ciclone almeja trazer uma ameaça muito maior.

Desde o início dos Novos 52, muitos leitores sentiram falta dos Novos Titãs com a formação que os definiu na era moderna – Robin, Moça-Maravilha, Kid Flash, Ravena, Cyborg, Estelar e Mutano, além de outros que foram se juntando à equipe no decorrer dos anos. Cyborg se tornou membro da Liga da Justiça de Geoff Johns, uma versão desfigurada de Estelar passou a trabalhar com o Capuz Vermelho e Arsenal, o Asa Noturna passou a ter suas histórias solo, e Ravena e Mutano apareceram nos Devastadores. Porém, Donna Troy (Moça-Maravilha) e Wally West (Kid Flash) simplesmente não existiam nesse renovado universo da DC. Finalmente uma equipe de Titãs formada por rostos mais conhecidos dos leitores antigos (incluindo Lilith, Aqualad, Rapina, Columba, e outros) é apresentada dentro da cronologia dos Novos 52. A trama em que eles precisam “esquecer” quem são para impedir o grande vilão de triunfar pode parecer forçado, mas foi a saída encontrada pela DC. O grupo passa a integrar esse universo oficialmente e terá uma participação importante no vindouro DC Rebirth, e deixou um gancho para a continuação. No mais, vale saber que alguns jovens heróis clássicos da era Pré-Ponto de Ignição também existem nesse novo universo que surgiu com os Novos 52. Porém, como fã da fase dos Novos Titãs às mãos da dupla de criadores Wolfman/Pérez, ainda fica um gostinho de “poderia ter sido diferente se, desde o início dos Novos 52, alguns heróis importantes não tivessem sido simplesmente ignorados”. Leitura satisfatória.

Por Roger

ANÚNCIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

SDCC 2018 | DC Comics anuncia quatro novas animações para 2019

A DC Comics, entre os diversos anúncios da San Diego Comic-Con, revela quatro novas animações para o ano que vem. Após anunciar os filmes...

La Casa de Papel pode ganhar um longa-metragem além da 3ª temporada pela NETFLIX

Segundo informação divulgada pela Netflix no dia 18 de abril deste ano (2018), foi confirmada que a terceira temporada da série La Casa de...

Aposta de Robert Kirkman é anunciada pela Image Comics

Hardcore, de Andy Diggle e Alessandro Vitti é anunciada pela Image, no selo Skybound de Robert Kirkman (The Walking Dead), para ser lançada no final deste ano....

Review | O Ódio Que Você Semeia, de Angie Thomas

Em tempos de ódio, ler este livro é como levar socos no estomago.  Mas é uma dor necessária.Starr é uma adolescente de 16 anos...

Mais Notícias

Você não está conectado à internet