Planeta Comenta DC no Multiverso: Batman e Robin #1-8 (Os Novos 52)

Li Batman e Robin #1-8, do encadernado Batman and Robin: Born to Kill, com roteiro de Peter J. Tomasi e desenhos de Patrick Gleason, e tecerei breves comentários sobre as edições.

batman-e-robin-1-8

Edição #1: Bruce e Damian combatem o crime em Gotham, mas tem sérios problemas de relacionamento pai-filho. Damian reclama que seu pai não confia nele, e Bruce retruca dizendo que seu filho ainda precisa fazer por merecer essa confiança. E a ameaça do Ninguém está chegando à Gotham.

Edição #2: Enquanto Bruce se esforça para acertar as coisas com Damian, Ninguém chega à Gotham como um fantasma do passado de Bruce que ele pensava estar enterrado.

Edição #3: Preocupado com a presença de Morgan Ducard, o Ninguém na cidade, Batman dobra sua vigilância, porém, contrariando uma ordem direta, Damian sai em patrulha e os dois são pegos pelo assassino.

Edição #4: Com a ajuda de Alfred, Batman e Robin conseguem escapar da armadilha mortal preparada por Morgan. Porém, na caverna, a discussão entre pai e filho sobre questões de confiança ainda persistem.

Edição #5: Cansado da maneira como é tratado, Damian resolve se unir à Morgan em sua cruzada deturpada. Em sua primeira missão juntos, Damian deve provar sua lealdade à Morgan matando um embaixador inescrupuloso. Enquanto Batman procura por seu filho, relembra como e porque conheceu Henri e Morgan Ducard.

Edição #6: Finalmente é revelado porque Morgan veio atrás do Batman, conseqüências de acontecimentos passados quando Bruce era treinado por Henri Ducard. A vida de Damian corre perigo quando Ninguém descobre que estava sendo enganado. Batman conseguirá chegar a tempo de salvar a vida de seu filho?

Edição #7: Batman em um de seus confrontos mais brutais contra o Ninguém, uma luta pela sobrevivência e pela vida de seu filho.

Edição #8: É hora de tratar das feridas tanto físicas quanto emocionais do confronto definitivo contra Morgan Ducard.

Peter Tomasi escreve uma das melhores séries do Batman em Os Novos 52, sem dúvida. Desenvolve com maestria a complexa relação pai-filho entre Bruce e Damian dentro de uma trama bem apropriada.

Por Roger

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet