Planeta Comenta DC no Multiverso: Liga da Justiça Internacional #1-6 (Os Novos 52)

Li Liga da Justiça Internacional #1-6, do encadernado Justice League International: The Signal Masters, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de Aaron Lopresti, e tecerei breves comentários sobre as edições.

Liga da Justiça Internacional, Dan Jurgens

Edição #1: Gladiador Dourado, Gelo, Vixen, Fogo, Soviete Supremo, Augusto General de Ferro e Godiva, a Liga da Justiça Internacional formada por heróis de vários países e sancionados pela Nações Unidas para servir como uma força-tarefa supervisionada. Sua primeira missão, encontrar um grupo de expedição desaparecida no Peru… além de tentarem uma convivência razoável.

Edição #2: Ao chegar ao Peru, o grupo de separa com uma criatura gigantesca e é derrotada de modo humilhante. Guy Gardner resolve se juntar à Liga, que já contava com o auxílio do Batman. O problema é que, há mais dessas criaturas e, além disso, explodiram a Sala da Justiça.

Edição #3: Gladiador Dourado divide a LJI em quatro grupos para cobrir o Peru, a Rúsia, o Canadá e África do Sul, onde os quatro gigantes estão transmitindo uma espécie de sinal para fora do planeta. Guy segue esse sinal e se depara com uma gigantesca e ameaçadora nave.

Edição #4: Capturados, a LJI conhece Peraxxus, um coletor que deseja levar todo o minério do planeta. Agora, os quatro gigantes foram acionados e o processo de destruição da Terra começou.

Edição #5: Restam menos de três dias para Peraxxus esgotar por completo os recursos naturais da Terra. A LJI precisa agir sem demora e se dirigem ao espaço para tentar invadir a nave e deter o poderoso parasita.

Edição #6: Depois de expulsar Peraxxus, é hora da ONU decidir se o grupo irá ser oficializada ou extinta em definitivo.

Estreia da Liga da Justiça Internacional às mãos do veterano Dan Jurgens, que também escreveu esse título nos anos 90. Para quem esperava algo no tom da antiga Liga da Justiça “cômica” deve ter se decepcionado.

Por Roger

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet