Review | Daytripper de Fábio Moon e Gabriel Bá

O que falar dessa grande obra nacional, que já não tenha sido dito? Gabriel Bá e Fábio Moon nos apresenta uma grande trama sobre morte e vida, nos fazendo não apenas viajar e admirar o grande roteiro e a linda arte, mas também refletir sobre nossa pequena e breve passagem por esse período em que chamamos de vida.

O personagem principal carrega problemas rotineiros e comum a maioria de nós, como por exemplo, insatisfação com o caminho escolhido, sonhos ainda não realizados ou até mesmo um sentimento de solidão, mesmo em meio a amigos e familiares. O Jovem Brás, sonha em ser um escritor de sucesso, quer escrever sobre a vida, sobre as coisas boas que o mundo oferece, porém,  por hora trabalha como obituarista para um jornal, e a morte se torna uma constante em sua vida.

Os autores brazucas, desenvolve uma trama realista que convida nós meros mortais a se identificar com muitas e muitas situações, e até mesmo a refletir sobre nossa satisfação como ser humano. Será que sou pleno, trabalhando onde trabalho e fazendo as coisas que faço???Em dadas situações o personagem reflete sobre seu futuro, seus desejos e sonhos, a morte de seus sonhos representadas brilhante e metaforicamente como a morte física. Uma das principais mensagens fica por conta dos planos, planos que fazemos a toda hora, o futuro que ainda não nos pertence e que mesmo assim sofremos por buscá-lo incessantemente todos os dias. Amores, idas e vindas carimbam a vida de Brás e facilita nos mostrar um novo olhar para o nosso futuro. A história ambientada em nosso Brasil de modo positivo, apresentando pro mundo um lugar cheio de beleza e diversidade.

Fábio e Gabriel já são reconhecidos pelo mundo dado ao sucesso de suas obras juntos, receberam alguns importantes prêmios como HQmix e Eisner. Conquistando escritores conceituados, os brazucas ganharam mais espaço com Daytripper e outra conhecida obra também como Dois Irmãos.

Eu já havia lido outras obras que usam do realismo pra trazer uma mensagem impactante, mas nada foi tão reflexivo como Daytripper. Cada página lida, te traz um sentimento diferente, uma vontade de fazer algo melhor com nosso precioso tempo e deixar a vida nos levar e mostrar o que tem de melhor. Considerando meus gostos por leituras seja em livros ou quadrinhos Daytripper com certeza ocupará um lugar especial na minha memória e principalmente em minha coleção. Sinceramente, exageros a parte, acho que todo ser humano deveria ler e sentir uma sensação única que desperta dentro da mente de cada um após a leitura. Sem mais ter o que falar pra não estragar sua surpresa fica apenas minha mais sincera recomendação, leia!

ANÚNCIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

SDCC 2018 | DC Comics anuncia quatro novas animações para 2019

A DC Comics, entre os diversos anúncios da San Diego Comic-Con, revela quatro novas animações para o ano que vem. Após anunciar os filmes...

Crítica | The Man in the High Castle (3ª Temporada)

A terceira temporada de The Man in the High Castle vem grandiosa, com mais tramas envolventes e mais destruição.Depois da morte de Hitler, outro...

GOTHAM | Divulgado o visual do vilão Bane na 5ª temporada da série

Ontem (22/10) foi divulgado através da conta no Twitter de Tze Chun (produtor e roteirista da série) imagens que mostram o visual do vilão...

Porcupine Publishing licencia direitos mundiais em inglês para o RPG de A Bandeira do Elefante e da Arara

Esta semana, a série A Bandeira do Elefante e da Arara fechou um grande contrato de licenciamento em dois meses, desta vez com a Porcupine Publishing, uma...

Mais Notícias

Você não está conectado à internet