Review | Welcome to Night Vale, de Joseph Fink e Jeffrey Cranor

‘‘O podcast Welcome to Night Vale conta as histórias da cidade de Night Vale, uma amistosa comunidade no meio do deserto onde todas as teorias da conspiração são reais. No formato de um programa de rádio, Cecil Palmer, locutor da rádio comunitária, informa a todos as pequenas estranhezas dessa pacata cidadezinha – onde fantasmas, anjos, alienígenas e agências governamentais misteriosas e ameaçadoras fazem parte do cotidiano dos cidadãos. Desta vez, a chegada de um homem de paletó bege faz com que as vidas de duas mulheres, cada uma com seu mistério, virem de cabeça para baixo.

Como todos em Night Vale, a proprietária da loja de penhores, Jackie Fierro, gosta de sua rotina. Por isso, quando um homem de paletó bege aparece na loja e interrompe a imutável rotina da jovem, ela fica sem chão. Ele lhe entrega um papel com duas palavras escritas à mão: king city. Tudo naquele homem a deixa nervosa, especialmente o papel, do qual Jackie não consegue se livrar.

Diane Crayton tem um filho de quinze anos. Josh é um adolescente normal: de humor e forma inconstantes. Ele às vezes é humano, mas em certas ocasiões prefere parecer um abajur ou ter asas e tentáculos. Josh está cada vez mais curioso sobre o pai que nunca conheceu, o que deixa Diane transtornada, pois Troy, pai do menino, começa a aparecer em todos os lugares onde ela está (e com a mesma aparência de quando deixou a cidade e se mudou para King City, anos atrás). É um desastre iminente que ela não sabe como impedir.

As duas mulheres vão se unir na busca por respostas, assombradas por aquelas palavras que parecem ser a solução de tudo: king city, a chave para todos os segredos, que, tomara, trancará o passado e abrirá as portas do futuro. Isso se elas conseguirem achá-la.’’

Admito que eu não sabia nada sobre o livro ou o programa em que foi inspirado até o seu lançamento pela Editora Intrínseca em 2016. Ouvi falar pela primeira vez em um podcast do Jovem Nerd, que anunciaram o lançamento do livro e falaram sobre o podcast de mesmo nome, Welcome to Night Vale. Curiosa pelo conteúdo que eles anunciaram, resolvi correr e ouvir um episódio. E EU ME APAIXONEI! Sério, é muito divertido. É um humor ácido que não cai no clichê do besteirol, além de ser regado de mistérios e teorias da conspiração, das mais comuns até as mais absurdas possíveis.

E com o livro, não é diferente. O livro Welcome to Night Vale, escrito por Joseph Fink e Jeffrey Cranor – que também são roteiristas do podcast, consegue manter o estilo do programa, sem perder a graça e o clima de suspense misturado com humor. Talvez pareça meio estranho para quem nunca ouviu um episódio sequer do podcast, e, por isso, recomendo que ouçam ao menos um antes de se aventurar nessa maravilhosa e estranha cidade que o livro nos traz. Até mesmo para conseguir imergir no maravilhoso absurdo da realidade do lugar.

Acompanhamos Jackie e Diane tentando entender os eventos estranhos que estão acontecendo com elas, eventos estes recheados de personagens estranhos (exóticos também, como Josh, filho de Diane), enquanto Cecil, o locutor da rádio comunitária, nos brinda com o ar de sua graça e a descrição de vários eventos que acontecem na pequena cidade de Night Vale e ao redor dela.

Eu me perdi durante a narrativa em alguns momentos, não sei se pelo fato de ter duas pessoas trabalhando possa ter causado isso, ou por causa da narrativa em si. Isso me incomodou um pouco, mas não chegou ao ponto de me fazer perder o prazer da leitura do livro.

Para quem quer sair um pouco (ou completamente) da normalidade, Welcome to Night Vale é o livro certo, sobre uma cidadezinha no interior com uma comunidade amistosa onde o sol é quente, a lua é linda e misteriosas luzes atravessam o céu enquanto todos fingem dormir.

Ps.: A voz do locutor do podcast – Cecil –  é tão marcante que me peguei em várias vezes no livro lendo com a voz dele na cabeça.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here