Review | Thor: Vikings, de Garth Ennis

Houve uma época que os marinheiros preferiam se atirar ao mar e perecer nas águas turbulentas a enfrentar uma embarcação viking. Tamanha era a ferocidade e a crueldade dos guerreiros nórdicos.

Está edição publicada pela Panini em versão encadernada compila as edições do selo Max Comics de 1 a 5 de Thor: Vikings e possui roteiros de Garth Ennis (Preacher e Justiceiro) e arte de Glenn Fabry (Lugar Nenhum).

Thor, o Deus do Trovão

Vamos lá resenhar um pouco sobre a história dessa HQ, logo de cara já dá pra se ter uma noção de que essa definitivamente não é uma HQ recomendável para o público infantil/adolescente, pois não se trata de uma história de super herói comum e inocente, mas sim dado a tamanha violência explícita de maneira  brutal e “podre” apresentada logo em suas primeiras páginas evidencia que se trata de conteúdo para o público adulto, entretanto isso já era de se esperar visto que faz parte dos roteiros escritos por Ennis.

Pilha de destruição causada pelos vikings liderados por Harold

A premissa dessa história basicamente é: Um grupo de meio-zumbis vikings cruéis (acostumados a guerrear, pilhar corpos e tomar os tesouros e espólios de seus inimigos para si) liderados por um líder mais cruel ainda, desembarcam inexplicavelmente em uma Nova York dos dias atuais e passam a massacrar seus habitantes, fazendo assim com que o Deus do Trovão, Thor depare-se com um perigo que talvez só ele não seja o suficiente para lidar.

Harold Jaekelsson

O ponto alto e que leva o leitor a ficar ainda mais empolgado ao ler essa história é quando acontece os primeiros embates entre Thor e seus inimigos, nos mostrando que existem perigos maiores do que ele pode imaginar, e isso se deve muito ao fato do seu nêmesis ser alguém tão cruel e inteligente, estou falando do personagem Harold Jaekelsson, que busca a todo custo conquistar tudo o que vê pela sua frente e se tornar o maior guerreiro viking que já existiu.

ATENÇÃO, SPOILERS A SEGUIR…

Ao iniciar a leitura dessa história, jamais imaginei quais seriam os possíveis caminhos e desfechos que ela poderia ter, pois bem, fui surpreendido pela coragem com a qual o roteirista teve ao adicionar um importante personagem do universo Marvel para trilhar o restante do caminho ao lado de Thor na busca por descobrir quais as respostas para dúvidas como: Como tais vikings vieram parar no meio da cidade? Como esses vikings conseguiram sobreviver até agora? Quem é Harold Jaekelsson? Como derrotar esses inimigos tão fortes? Isso tudo faz com que deixe a história ainda mais interessante. Inclusive, pude perceber que alguns acontecimentos e falas entre personagens dessa história muito se assemelham a acontecimentos no filme Vingadores: Ultimato (End Game), isso foi bacana de se ver, só não irei comentar mais para evitar possíveis maiores spoilers e estragar a experiência daqueles que desejam ler essa história.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here