Review – Terra X

Crítica - Terra X

E finalmente tive a chance de poder escrever sobre este encadernado tão estimado pelos fans de Alex Ross e da Marvel é claro, aqui elucidarei ao leitor sobre talvez um dos mais aclamados finais alternativos da saga marvelesca.

Curiosidade: Lembrando que esta hq saiu também na Mythos mas com muitas partes faltando e depois a Panini trouxe este encadernado com o valor de 110 reais em 2009 mas que hoje podemos encontrar até pelo valor de 1000 reais no mercado livre.

De inicio contamos com Alex Ross como editor e não como desenhista da história o que me deixou desapontado e desanimado, afinal Ross é conhecido por seus desenhos em Marvels e O Reino do Amanhã.

Crítica - Terra X

A história inicia com o Vigia Uatu cego a 20 anos e procurando por alguém para substituí-lo como vigia da Terra, o Homem Máquina é convocado para este propósito e aí se inicia a história, vemos nossos heróis anciãos e vemos o inicio e o “fim” de todo o universo.

Crítica - Terra X

É claro que muitos personagens não são o que nós esperamos como o Hulk que parece um macaco, mas muitos são muito bem feitos tais como o próprio Capitão América.

A história é mesclada entre quadrinhos e história escrita, o dialogo é bem interessante e legal. Temos Norman Osborn como o presidente americano, um Homem-Aranha desmotivado e sua filha com poderes adquiridos através do Venom.

Temos muito dos Inumanos e também muitos relatos surpreendentes sobre o futuro dos X-men, e também a guerra final entre o Capitão América e o Caveira Vermelha, existe também a volta de um personagem muito querido da Marvel e uma surpreendente interpretação da Hidra, é claro que esse é só o início da saga X continuando com Universo X e Paraíso X.