Review | Sem Saida de Taylor Adams

Review | Sem Saida de Taylor Adams

Desde o fim do ano passado venho escutado que Sem Saída de Taylor Adams, lançado pela Faro Editorial é o livro de suspense do ano.

Taylor Adams e seu livro de estreia Sem Saída
Taylor Adams e seu livro de estreia Sem Saída

Mas será tudo isso?

Sim e não, depende o que você procura.

Eu procurava um suspense cheio de reviravoltas que me surpreendesse, mas Sem Saída não foi este livro não, simplesmente porque ele é tão cinematográfico e  nosso cérebro está tão a vontade com filmes americanos, que grande parte do que vai acontecendo aqui a gente consegue ir prevendo.

Sem Saída de Taylor Adams
Sem Saída de Taylor Adams

Mas se o que você procura é um livro cheio de ação e que vai te tirar o folego, fique por aqui então, pois Sem Saída foi feito para você.

O mais interessante do livro é sua premissa minimalista:

Uma situação que se passa em um ambiente fechado, com poucos personagens e durante menos de 12 horas

Como segurar 270 páginas de suspense com tão poucos dados?

Sem Saída - Capa de Portugal
Sem Saída – Capa de Portugal

E nisso o autor sai-se muito bem, pois ele mantém o ritmo da trama em um crescente e sempre com as cartas que se propôs a usar desde o início do livro.

Sem Saída conta a história de Darby, uma garota de 20 e poucos anos que na véspera do natal está indo de carro visitar sua mãe que está prestes a entrar em uma cirurgia complexa, pois descobriu que está com câncer.

Porém na estrada há uma nevasca que a obriga a parar em um posto de serviço, onde além dela existem somente mais 4 pessoas.

Sem Saída - Capa Alemã
Sem Saída – Capa Alemã

Ao sair no estacionamento para procurar sinal de celular ela percebe que dentro de um furgão há uma criança presa numa jaula.

Mas quem será o motorista daquele furgão?  E quem é aquela criança?

Logo, tanto nós como nossa mocinha descobrimos quem é o motorista da van, porém ela percebe que não pode fazer nada sozinha, então ela precisa dividir o que descobriu com alguém para tentar salvar aquela garota. Mas, em quem confiar?

Taylor Adams consegue realmente nos prender na leitura, pois tenho que dizer:

Como Darby é azarada!!

É incrível o quanto de decisão errada que a moça toma, e ela é o exato exemplo de “estar no lugar errado na hora errada”.

Sem Saída - Capa Grega? Russa?
Sem Saída – Capa Grega? Russa?

Infelizmente o livro não funcionou 100% para mim porque eu achei a premissa inicial meio furada. Se Darby ficasse quieta até de manhã, seguisse a van e chamasse a polícia quando voltasse a ter sinal no celular, tudo se resolveria de maneira simples e “educada”.

Mas ai não teríamos livro, certo?

Sendo assim, desde que Darby começa a agir ela aciona um processo completamente destrutível que se transforma num mortal jogo de gato e rato, já que o vilão do livro é “muito vilão”.

As vezes lembrei do coiote do papa-léguas!

Sem Saída - Capa Turca?
Sem Saída – Capa Turca?

Prepare-se para cenas pesadas, muitas reviravoltas e bastante correria que com certeza vão te deixar tenso e com a curiosidade aguçada.

Tinha uma janela ali que já estava me dando enjoo com tanto entra e sai.

Mas curti o livro.

É o típico livro pipoca.

Como já disse, o autor merece os parabéns por ter mantido sua premissa de espaço, tempo e personagens.

Infelizmente não é o thriller do ano, mas é bem divertido!

Faça sua pipoca e vá ajudar Darby a descobrir quem é este sequestrador e como salvar a pequena Jay no meio de uma nevasca!

Agora é esperar pelo filme!

E você, já leu este livro? O que achou?

Outros livros de Taylor Adams, especializando-se em thrillers
Outros livros de Taylor Adams, especializando-se em thrillers

Já leu algum outro livro do autor?

Converse com a gente nos comentários.

Se você ainda não leu, e ficou interessado, segue aqui um link para compra do livro:

No Submarino: Sem Saída

Na Amazon. Sem Saída.

Lembrando que ao comprar com estes links, você ajuda na manutenção do nosso site.

E se você curtiu esta resenha, temos muitas outras clicando aqui.

Sobre o autor

Leia mais Reviews

Review | O dia em que te toquei, de Paula Toyneti Benalia

Olá leitores do Mundo Hype! Hoje trouxe para vocês a resenha de uma série de época de uma autora brasileira que tem me encantado...

Review | “VINGADORES PRIMORDIAIS”

Boa noite amigos da Mundo Hype !!! Eu sou o Paulo Cruz e esta é uma coluna sem data fixa de postagem (pintou a ideia, vai...

Review | A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector

Ainda que a canção não tenha sido escrita para a escritora, toda vez que escuto a canção de Caetano Veloso e José Carlos Capinam...

Review | Neurocomic, de Matteo Farinella e Hana Ros

Eu amo livros de divulgação científica, isso é um fato. E quando é possível aliar divulgação científica com quadrinhos e uma edição incrível da...

Com Sangue, de Stephen King

Há uma máquina criadora de histórias, com alto índice de produtividade e criatividade que finge se passar por humano chamado S.T.E.P.H.E.N. K.I.N.G. - Hoje...

Review | O dia em que te toquei, de Paula Toyneti Benalia

Olá leitores do Mundo Hype! Hoje trouxe para vocês a resenha de uma série de época de uma autora brasileira que tem me encantado...

Review | “VINGADORES PRIMORDIAIS”

Boa noite amigos da Mundo Hype !!! Eu sou o Paulo Cruz e esta é uma coluna sem data fixa de postagem (pintou a ideia, vai...

Review | A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector

Ainda que a canção não tenha sido escrita para a escritora, toda vez que escuto a canção de Caetano Veloso e José Carlos Capinam...

Review | Neurocomic, de Matteo Farinella e Hana Ros

Eu amo livros de divulgação científica, isso é um fato. E quando é possível aliar divulgação científica com quadrinhos e uma edição incrível da...