Review | Perversão – Aos cuidados da Fera, de MJ Haag

_ Normalmente as páginas rasgam quando tento virá-las. Hoje, vai ler para mim. Venha.

Editora 3DEA e MJ Haag, o que vocês fizeram comigo? Eu li Perversão- Aos cuidados da Fera em um dia (de trabalho, mas meu chefe me entende). Que livro sensacional! Ainda não me recuperei do choque que levei com o final.

Perversão é a primeira de três partes da série Aos cuidados da Fera da autora MJ Haag. Foi publicado no Brasil pela 3DEA Editora e, como uma boa leitora que não aguenta esperar para ler o próximo livro, adquiri a série toda de uma vez. A série traz uma releitura dark do famoso conto de fadas ‘A Bela e a Fera’.

Nessa história temos, Benella, a mais nova de três irmãs que vivem com o pai viúvo em uma cabana em uma vila bem pobre. A situação da família não é das melhores, e, para conseguir alimentos para todos, Benella acaba se aventurando para perto das terras encantadas que são vigiadas por uma temível fera e com o pouco que consegue dali, luta para ajudar nas despesas da casa junto com os outros. O pai dela é um professor simples, mas que, com o pouco salário que recebe, não consegue dar conta de toda a despesa da família.

Além da situação da fome sempre eminente, Benella tem que lidar com as duas irmãs (insuportáveis), com os avanços de um padeiro deveras pervertido e com dois rapazes da vila, Tennen e Splane, que a principio são ruins e a querem morta, e depois eles ficam piores e nós leitores que desejamos que eles morram.

No meio disso tudo, Benella acaba parando nos domínios da fera que, por algum acaso, sempre a poupa de seus ataques. A Fera, à principio, rejeitava a presença de Benella, mas, com o tempo, acaba ansiando pela permanência da garota em suas terras.

Quando me sentei na cadeira e esperei, imaginei de novo o motivo por trás de sua misericórdia. Pensar na fera intrigante era muito mais agradável que pensar na depravação do padeiro ou na fraude das minhas irmãs.

Eu sequer sei definir como foi devorar esse livro. Não esperava nada do que li. A história tem um teor muito mais adulto, com passagens realmente pesadas que chegamos perto de nos questionar o porquê de acontecer, mas que, dentro do contexto da história, ainda fazem algum sentido.

MJ Haag está de parabéns por criar personagens tão odiosos. Eu comecei o livro apenas torcendo o nariz para Blyn e Brye, mas terminei o livro com muita raiva das duas. São personagens extremamente egoístas e asquerosas! Os irmãos que perturbavam Benella também não são nada santos. Nem a própria Fera se salva de ter aspectos que deixam a gente em duvida se gostamos ou se odiamos ele. Os melhores personagens, no sentido de bondosos, são o produtor de velas e o pai de Benella.

_ E você acabou de rugir para mim. E daí? Se eu morrer, morri. Estou cansada de ser maltratada por você e pelos idiotas da vila. Se eu viver, que seja. Pelo menos terei tido alguns segundos de paz.

Sobre os protagonistas, por mais que tenha terminado dividida em relação ao que sentir sobre a Fera, gostei muito da construção do personagem. O personagem não é completamente mau, nem completamente ingênuo. Ele sabe jogar sujo, e não deixa de fazer isso para conseguir o que quer. Já Benella é boa demais, sempre disposta a perdoar e aceitar muitas das injustiças que vive dentro da própria casa. Porém, ela não se deixa enganar fácil, e é muito curiosa quanto ao mundo, além de saber se impor perante à Fera.

_Parece que minhas visitas lhe causam mais raiva do que paz. Talvez não devesse voltar. – eu disse baixinho.

_Não _ ele disse com um rugido antes de respirar fundo. Devagar, soltou a respiração. _ Peço desculpas por minha raiva. Volte amanhã, por favor.

O que me incomodou foram os erros revisão. Sempre onde deveria haver o símbolo de três pontos (…), havia apenas espaço em branco. Uma vez ou outra ainda era aceitável, mas essa falta de pontuação pode até atrapalha a interpretação de um paragrafo inteiro.

Fora esse detalhe que passou batido na revisão, a edição é muito bonita, com as primeiras páginas dos capítulos com uma rosa ao fundo.

Não vou conseguir demorar muito para saber o que aconteceu depois do final bombástico que Perversão- Aos cuidados da Fera teve. Foi tanta informação que recebi no final que acredito que ainda não me recuperei.

Em breve volto com a resenha de Engano, a segunda parte de Aos cuidados da Fera.

 

Confira o livro também na Amazon

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here