Review | Outsider de Stephen King

Outsider de Stephen King foi lançado no Brasil em 2018 pela Editora Suma de Letras e agora volta a ser falado no mercado devido a estreia da série homônima na HBO.

Mas este livro merece todo o hype que teve na época e ainda virar uma minissérie?

Não sou nenhum fanático por King. Este foi o terceiro livro que li do autor, mas resolvi embarcar neste hype e posso dizer que valeu muito a pena.

O livro é sensacional. E Stephen King merece todo o reconhecimento que tem, pois sua criatividade e sua narrativa são incríveis.

Outsider já começa engatando uma quinta marcha.

Houve um crime hediondo na cidade de Flint City.

Um menino de 11 anos é encontrado em um parque, empalado com um galho de arvore , sem alguns pedaços de seu corpo e com sinais de violência sexual.

A policia inicia a investigação e logo encontra diversas pistas que indicam sem nenhuma duvida que o criminoso é Terry Maitland.

Existem impressões digitais, DNA e muitas testemunhas oculares.

Porem Terry é um cara fora de qualquer suspeita.

A cidade toda o conhece e respeita, pois aparentemente todos os meninos da cidade já foram treinados em baseball por ele, inclusive o filho de Ralph, o detetive responsável pela investigação do crime.

Devido a este vinculo, e cheio de provas, Ralph decide que tem que fazer a prisão imediata de Terry, e com o apoio do promotor que deseja se candidatar a um cargo maior e deseja uma prisão sensacionalista para aparecer na mídia, realiza a prisão em um estádio de baseball, onde 1500 pessoas estão assistindo a um importante jogo para a liga da cidade.

A prisão na frente da mídia acaba causando uma comoção na cidade, e em tempos de redes sociais, logo temos um julgamento beirando uma crucificação publica.

Será o treinador Terry um pedófilo assassino?

Ralph faz a prisão baseado em suas provas irrefutáveis, mas ao prender Terry, este lhe informa que tem um álibi.

E que álibi!

No horário do assassinato, Ted estava em outra cidade há 100 km do local do crime, e também tem provas irrefutáveis disto: testemunhas oculares, impressões digitais e um vídeo sensacional para quem é fã de thrillers como eu. Best Alibi Forever!!!

E é ai que Outsider pega fogo.

Como que uma pessoa podia estar em dois lugares ao mesmo tempo?

E para deixar o leitor ainda mais avido por virar as páginas do livro, King ainda não tem apego aos seus personagens, e elimina-os sem dó na nossa frente, fazendo que o leitor se sinta levando uma rasteira, tudo com o objetivo de nos mostrar o tamanho do mal causado por aquele evento.

Quando percebemos, já estamos na metade do calhamaço e queremos mais.

E King nos dá mais, trazendo uma personagem bizarra que ele foi buscar na trilogia Bill Hodges e é encarregada de fazer uma investigação em outro estado e com suas bizarrices acaba descobrindo uma estória muito maluca.

E ai a gente se lembra de que este é um livro de Stephen King e que finais pés no chão não são sua característica principal. Isso fez que eu tirasse meio ponto da minha nota, pois esperava um final mais realista para o livro e King prefere dar suas viajadas.

Mas até isso é bem sacado por King, pois assim como nós leitores, os personagens do livro também não acreditam em soluções digamos assim, sem respaldo cientifico. E para isso King trouxe a sua antiga personagem, que já passou por situações assim e vai nos convencer de que o “universo não tem fim”.

Outsider é tão bem escrito que vale a pena se deixar levar por esta estória, apesar de que em alguns momentos as versões apresentadas do vilão são meio engraçadas para nós brasileiros que crescemos ouvindo certas canções de ninar.

Mas a narrativa deste livro é tão empolgante que vale a pena relevar as “ idiossincrasias” do mesmo.

O livro foi lançado em maio de 2018 no EUA e seus direitos logo foram vendidos para que fosse feita a minissérie de televisão que agora estreia na HBO.

A explicação para a rapidez de esta produção ter chegado as telas é que o texto deste livro é um roteiro pronto e certas cenas tem tudo para virar épicas, como a cena do tribunal, uma das melhores coisas que já li na minha vida. Quando acabou esta parte do livro eu tive que parar e dar uma respirada, pois tinha sido muita informação jogada em cima de mim.

King é quase uma metralhadora neste livro.

Recomendo muito!

Se você é fã do autor, mergulhe de cabeça.

Se você é novato, vale a pena iniciar por aqui, pois diferente de outros livros onde King é extremamente prolixo, aqui ele vai direto ao ponto, sem firulas.

Deixe-se levar pelo Forasteiro e te garanto que vai valer a viagem.

OBS: Este livro traz spoilers da trilogia Bill Hodges. Eu não sabia disso antes de começar a leitura, então agora vou dar um tempo para poder embarcar nesta trilogia. Se você deseja ler tudo na sequencia, leia a trilogia primeiro e depois este aqui. Se é que vai conseguir esperar.

E você, é fã de Stephen King? Qual seu livro favorito dele?

Já leu Outsider, ou faz parte do time dos que tem medo?

Pretende assistir a nova série também?

Vamos conversar nos comentários.

E Não se esqueça que temos muitas outras indicações, clique aqui e conheça um pouco mais.

E Curta o Site Mundo Hype nas redes sociais, compartilhe com amigos e continue por aqui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here