Review | Os Segredos de Colin Bridgerton, de Julia Quinn

Os segredos de Colin Bridgerton é o quinto livro da série Os Bridgertons da autora Julia Quinn, publicado no Brasil pela Editora Arqueiro. Neste livro temos a história do terceiro irmão Brigerton, Colin, e se passa 7 anos após o quarto livro da série já resenhado aqui no site.

Nesse livro, temos o famoso ‘pagar língua’, pois Colin em 1817 deixou claro que dessa água não beberei, e em 1824 resolve pular na água de roupa e tudo, de cabeça e dando um salto mortal para trás.

Sinopse: Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente. No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz. Em Os segredos de Colin Bridgerton, quarto livro da série Os Bridgertons, que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói uma linda história que prova que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.

Aqui conhecemos o maior segredo da série até o momento: Quem realmente é Lady Whistledown? A famosa escrita de uma coluna de fofocas que sempre sabia de tudo que acontecia na elite londrina. Tudo isso que começou com um desafio de Lady Danbury em um baile (personagem que vou falar mais tarde).

Tanto Penelope quanto Colin tinham seus segredos, e ambos tiveram que lidar com isso ao longo do livro. Penelope teve que lidar com seus próprios desejos, segredos e aspirações, pois já estava aceitando sua vida de solteirona. Ao passar a ter mais conversas com a famigerada Lady Danbury, Penelope começa a pensar mais sobre si, sobre quem ela realmente era e quem ela fingia ser. Ao mesmo passo, Colin tinha que lidar com seus próprios demônios, pois não tinha um talento ao qual se dedicar além de ser um herdeiro, tinha que se preocupar com o segredo que descobriu de Penelope e entender o que realmente sentia pela mulher com quem passou toda a infância junto.

_Fez bem em escolher essa aqui para dançar – comentou. – Sempre gostei dela. É mais inteligente do que o restante da família todo junto.

Lady Danbury praticamente roubou a atenção em todas as cenas em que ela aparecia. Ficava mais interessada no que essa matriarca sem papas na língua queria dizer do que prestava atenção no que acontecia em volta – creio que acontecia o mesmo com os personagens quando ela aparecia.

_ Sim, é isso que estou dizendo – ladrou Lady Danbury. – Pelo amor de Deus, menina, ninguém chega à minha idade sem permissão para insultar quem bem entender.

O amadurecimento de Penelope foi muito bem trabalhado por Julia Quinn. A personagem já não era mais uma mocinha debutante, já tinha certa malícia nas palavras e entendia como a vida para ela funcionaria já que aceitara o fato de que nunca iria se casar. Além de que, Penelope é a melhor pessoa do livro, empatada com a Lady Danbury.

_ Você não me conhece tão bem quanto acha, Colin – concluiu ela. Então, num tom mais baixo, acrescentou: –Eu não me conheço tão bem quanto achava.

Não vi uma grande mudança no Colin, porém, vi um aspecto dele que não conheci no livro anterior, que vai além do irmão brincalhão e irritante. No final do livro 4 já imaginei que o casal terminaria junto, mas não fazia ideia de que rumo a história tomaria até isso acontecer. E sim, eu adorei o que a Julia Quinn fez para esses dois.

Os segredos de Colin Bridgerton foi uma das minhas leituras favoritadas em 2020 e que em breve devo reler esse livro, para encontrar as duas mulheres que tem mais do que meio cérebro na cabeça. Recomendo muito!

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here