Review | O Segredo de Rose Gold de Stephanie Wrobel

Review | O Segredo de Rose Gold de Stephanie Wrobel

O Segredo de Rose Gold de Stephanie Wrobel é um thriller realmente psicológico que acaba de ser lançado pela Editora Verus.

Stephanie Wrobel, autora de O Segredo de Rose Gold
Stephanie Wrobel, autora de O Segredo de Rose Gold

Você curte thrillers com gente maluca? Então este livro é para você.

O livro traz um embate entre mãe e filha que eu ainda não tinha visto nem em livro nem em filme.

Eu não assisti a série, por isso talvez tenha me surpreendido tanto, mas me parece que para quem assistiu a serie The Act (Starzplay) pode achar a história bem parecida, mas eu acredito que a autora aqui levou o suspense para um outro nível.

O Segredo de Rose Gold - Contracapa
O Segredo de Rose Gold – Contracapa

Rose Gold passou toda sua vida doente. Ela vomitava quando comia, então precisou usar sonda gástrica já com dois anos, tinha alergia a tudo, não tinha forças para andar, seus cabelos caiam e seus dentes foram apodrecendo.

Porém médico algum encontrava doença na menina.

O segredo de Rose Gold - Capa Portugal
O segredo de Rose Gold – Capa Portugal

Patty Watts, sua mãe, sempre foi uma pessoa idolatrada na pequena cidade, por ser a mãe fiel e lutadora que sempre esteve a disposição para cuidar da filha doente. Mãe solteira, não conseguia trabalhar, mas mesmo assim tinha um alto astral que cativava a vizinhança da pequena cidade, que sempre a ajudou, com roupas, alimentação e até dinheiro.

Até que um dia, aos 18 anos, Rose arruma um amigo na Internet que consegue colocar uma pulga atrás de sua orelha:

E se você não tiver nada e tudo for causado pela sua mãe?

O tempo mostra que esta ideia é real. Aparentemente durante toda sua infância e adolescência, sua mãe seguiu a envenenando e inventando estórias para os médicos.

Difícil de aceitar que uma mãe faça isso? O livro nos ensina que existe inclusive um nome para esta doença:

Síndrome de Munchausen por Procuração.

De acordo com o Google:

Síndrome de Münchhausen, é uma doença mental que foi originalmente descrita em 1977 por Sir Roy Meadow, pediatra, que a definiu como sendo uma forma de abuso infantil onde seus cuidadores provocam de forma deliberada, ou informam falsamente, a existência de alguma doença em crianças como forma de chamarem a atenção para si mesmos.[3]

Patty foi presa, e com a “ajuda” de Rose Gold, condenada a cinco anos de prisão.

Eu começava a entender como minha mãe tinha se safado com todas aquelas mentiras durantes tantos anos. Os médicos eram Band-Aids ambulantes: eram ávidos para consertar qualquer vazamento, rangido e dor. A gente só precisava dar o histórico médico, relacionar os sintomas e pedir socorro. O dr. Stanton supôs que eu falava a verdade. Nós dois éramos uma equipe, com o mesmo objetivo em mente. A paciente modelo era um papel que eu dominava havia décadas.

Mas Patty nunca confessou que fizesse aquilo. Para ela, Rose Gold sempre foi frágil e não se conforma que Rose tenha sido tão mal agradecida, seguindo a midia e os vizinhos e ajudando a condena-la no tribunal, já que dedicou sua vida àquela menina.

Capa e Titulo americano
Capa e Titulo americano

Mas o tempo passou, Rose agora tem 23 anos, um bebê, um emprego e uma vida saudável.

E sua mãe está prestes a sair da prisão.

Será que ela não merece uma segunda chance?

Aparentemente Rose acredita que sim, já que sente pena da mãe e a traz para morar em sua casa, com ela e o bebê.

“Precisei de anos para entender isso: você nunca vai amar sua mãe tanto quanto ela ama você. Ela formou lembranças desde que você era uma sementinha na barriga. Você só começou a formar suas lembranças aos três, quatro, cinco anos. Ela teve uma boa dianteira. Conhecia você antes mesmo de você existir. Como se pode competir com isso? Não é possível. Aceitamos que nossas mães despejem seu amor por nós, deixamos que desfilem por aí como uma quinquilharia brilhante, porque o amor delas é mesmo superior ao nosso.”

E você, o que faria se descobrisse que sua mãe passou a vida inteira te controlando num nível hard? Amor ou psicopatia? Você perdoaria?

Mas será que as coisas são exatamente aquilo que aparentam?

O Segredo de Rose Gold , edição inglesa
O Segredo de Rose Gold , edição inglesa

Ou existe um outro lado da história?

O mais incrível deste livro, é que não sabemos quem é a vilã.

Será que a simpática Patty seria realmente capaz de fazer algo assim?

E porque Rose Gold aceitou que sua mãe voltasse a viver com ela e seu filho, porém fazendo questão de morar na casa em que sua mãe passara a infância cheia de abusos?

Politicamente corretos, afastai-vos deste livro, pois Stephanie Wrobel não está aqui para fazer amigos.

Ela se arriscou muito nesta narrativa, pois preciso avisar: Você vai se sentir culpado por sentir empatia por alguma das personagens.

O Segredo de Rose Gold , edição grega?
O Segredo de Rose Gold , edição grega?

Então como ler um livro assim?

Para mim este foi exatamente o motivo, pois eu precisava entender o que era real ali.

E este é um livro para devorar.

Os pensamentos e atitudes de Patty e Rose Gold são terríveis. Mentiras patológicas que jogam o leitor de um lado para o outro: Em quem confiar?

Que livro tenso!!

Eu estava à 90% da leitura e ainda não sabia em quem confiar.

E aí vem aquele final, que nos explica tudo o que estava acontecendo, mas na minha opinião em um final completamente amoral.

Mas algumas de nós não conseguem se esquecer e nunca perdoarão. Mantemos os machados afiados, prontos para triturar. Seguramos pedidos de misericórdia entre os dentes, como um quebra-queixo.

No fundo a gente quer que aconteça aquilo, mas será que foi algo merecido?

O final do livro fez eu me sentir vil, e torci para que o livro tivesse mais umas páginas que me trouxessem mais uma reviravolta.

Mas nem sempre o bem triunfa!

O Segredo de Rose Gold é o primeiro livro da autora, e para mim é perfeito. Só não dei 5 estrelas para minha consciência não pesar tanto.

Ainda quero crer que tenho caráter!

E você, já leu este livro? O que achou deste livro?

Torceu para algum dos personagens?

Converse com a gente nos comentários.

Se você ainda não leu, e ficou interessado, segue aqui um link para compra do livro:

No Submarino: Segredo de Rose Gold

Na Amazon. Segredo de Rose Gold

Lembrando que ao comprar com estes links, você ajuda na manutenção do nosso site.

E se você curtiu esta resenha, temos muitas outras clicando aqui.

 

Sobre o autor

Leia mais Reviews

Review | “VINGADORES PRIMORDIAIS”

Boa noite amigos da Mundo Hype !!! Eu sou o Paulo Cruz e esta é uma coluna sem data fixa de postagem (pintou a ideia, vai...

Review | A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector

Ainda que a canção não tenha sido escrita para a escritora, toda vez que escuto a canção de Caetano Veloso e José Carlos Capinam...

Review | Neurocomic, de Matteo Farinella e Hana Ros

Eu amo livros de divulgação científica, isso é um fato. E quando é possível aliar divulgação científica com quadrinhos e uma edição incrível da...

Com Sangue, de Stephen King

Há uma máquina criadora de histórias, com alto índice de produtividade e criatividade que finge se passar por humano chamado S.T.E.P.H.E.N. K.I.N.G. - Hoje...

Review | Sem Saida de Taylor Adams

Desde o fim do ano passado venho escutado que Sem Saída de Taylor Adams, lançado pela Faro Editorial é o livro de suspense do...

Review | “VINGADORES PRIMORDIAIS”

Boa noite amigos da Mundo Hype !!! Eu sou o Paulo Cruz e esta é uma coluna sem data fixa de postagem (pintou a ideia, vai...

Review | A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector

Ainda que a canção não tenha sido escrita para a escritora, toda vez que escuto a canção de Caetano Veloso e José Carlos Capinam...

Review | Neurocomic, de Matteo Farinella e Hana Ros

Eu amo livros de divulgação científica, isso é um fato. E quando é possível aliar divulgação científica com quadrinhos e uma edição incrível da...

Com Sangue, de Stephen King

Há uma máquina criadora de histórias, com alto índice de produtividade e criatividade que finge se passar por humano chamado S.T.E.P.H.E.N. K.I.N.G. - Hoje...