Review | Mundos Apocalipticos de John Joseph Adams

Mundos Apocalípticos da Editora Planeta foi um dos grandes lançamentos no mercado editorial de 2019.

Uma proposta muito interessante, Mundos Apocalípticos é uma coletânea de contos de ficção cientifica com o Apocalipse como tema e foi organizado por John Joseph Adams, que se especializou em criar coletâneas deste tipo nos EUA.

O primeiro ponto positivo é a bela edição da Editora Planeta, que nos trouxe o livro com capa dura, folhas de guarda diferentes e a cada novo conto uma pequena introdução, onde o organizador da coletânea nos traz um pequeno resumo do autor e também da inspiração do mesmo para escrever seu conto.

O segundo é o tema escolhido. Ao ver a capa de Mundos Apocalípticos parece que vamos ter contos sobre zumbis e bombas atômicas, mas a intenção dos contos aqui reunido é mostrar como o homem passaria a se comportar em um mundo onde tivesse que lutar por suas necessidades básicas para poder sobreviver.

De acordo com a visão dos autores, fica claro que voltaríamos quase a selvageria, pois a violência é algo presente em diversos contos.

Por fim, o terceiro ponto e que me parece o mais importante é que o livro nos apresenta diversos autores renomados no gênero ficção cientifica e que nunca foram publicados por aqui.

Vou dividir esta resenha em duas partes: Primeiro comentando sobre os autores e na sequencia trazendo uma pequena sinopse dos melhores contos da coletânea e minhas sensações a cada leitura.

Os Autores, suas bibliografias e suas inspirações

Como já disse, em Mundos Apocalípticos, além de diversos contos muito interessantes, acho que o mais legal e importante desta ideia de trazer esta coletânea para o Brasil é fazer o publico deste tipo de literatura conhecer diversos novos autores, que ou tem pouca coisa traduzida por aqui, ou nunca nem foram traduzidos, mesmo sendo autores com diversos livros publicados nos EUA.

Antes de cada conto, o organizador da coletânea nos traz uma pequena bibliografia do autor a ao lado um pequeno resumo sobre o assunto a ser tratado no conto que será lido.

Infelizmente nosso mercado literário só encolhe, pois se a situação fosse outra, os autores apresentados nesta coletânea com certeza seriam grandes nomes a serem publicados no Brasil, até em um selo especifico para ficção cientifica, que é o gênero literário de 90 % dos autores pertencentes a coletânea.

Outra diferença que salta aos nossos olhos ao ler Mundos Apocalípticos é perceber as diferenças gritantes entre o mercado editorial americano e o brasileiro.

E não é algo de agora com os tempos de Internet.

Durante as ultimas décadas esta diferença sempre existiu.

Ao lermos as bibliografias dos autores, percebemos que no mercado americano, pelo que se vê, existem diversas publicações e premiações voltadas para o mercado de Ficção Científica.   Aqui no Brasil hoje quase já não temos nem revistas normais, porém lá nos EUA, durante os últimos anos existiram diversas revistas literárias, que permitiam aos autores lançarem seus textos e encontrar publico para lê-los. E ainda sendo remunerados por isso.

Além disso, o livro nos traz muitos autores que eu nunca tinha ouvido falar, mas que lá nos EUA possuem diversos livros publicados, sendo romances, livros de contos e muitos casos até séries de ficção científica.

Pesquisando os autores para escrever esta resenham descobri que no inicio da década de 90, a Editora Record publicou no Brasil uma revista chamada Isaac Asimov Magazine – Novelas , Noveletas e Contos de Ficção Cientifica (Tradução da revista Asimov’s Science Fiction) onde consegui encontrar contos publicados de alguns autores apresentados nesta obra.  Ao todo foram publicados 25 volumes destas revistas, que hoje só existem com colecionadores e podem ser encontradas a venda na internet por até  R$550 reais.

Infelizmente hoje não temos mais estas publicações que ajudavam a divulgar novos autores no gênero.

Mas voltando a Mundos Apocalípticos, como todo comércio precisa de um carro chefe, o livro também traz alguns contos até então inéditos de alguns autores consagrados como é o caso do conto de abertura escrito por Stephen King, que aqui navega em uma área um pouco diferente de sua zona de conforto. Assim como George R. R. Martim e a nova grande autora de ficção do mercado brasileiro Octavia E. Butler.

Após ler os comentários antes de cada conto e ler os contos deste livro, fica a pergunta:

Será que não temos mercado para este tipo de literatura?

A grande editora de Ficção Cientifica do país atualmente é a Aleph, mas tem seguido no caminho fácil de relançar grandes nomes já consagrados da área, como Asimov, Arthur C. Clarke e Philip K Dick.

Mas por que não investir no novo, ou até nos antigos, porém desconhecidos por aqui?

Mundos Apocalípticos possui 22 contos
Mundos Apocalípticos possui 22 contos

Mundos Apocalípticos é composto por 22 contos, e como em toda coletânea também existem contos para todos os gostos, e com certeza nem todos me agradaram, mas com certeza a maioria nos traz estorias que parecem futuristas ou fantasiosas, mas que no fundo sempre nos fazem pensar em nossa atual realidade que nem sempre está tão longe desta ficção.

Leia abaixo para saber quais foram os meus preferidos.

Os Melhores Contos

O fim da confusão toda, de Stephen King:  Um King bem diferente. Muito mais tranquilo. A história de dois irmãos, onde um deles acredita ter descoberto a receita para acabar com a maldade do mundo. Mas pra toda ação existe uma reação. Um conto pré- apocalíptico. Nota 3.

Bibliogafia de Paolo Bacigalupi, autor do segundo melhor conto da coletânea
Bibliografia de Paolo Bacigalupi, autor do segundo melhor conto da coletânea

O povo da Areia e da Escoria de Paolo Bacigalupi: Conto sensacional. Um mundo futuro onde os humanos “evoluíram” devido à ciência, mas perderam qualquer empatia. O mundo “feliz” onde vivem é nojento. A descrição de praia de férias é terrível. Mas para eles o ser inferior é o cachorro, que sente fome, dor e não se regenera. Que nunca caminhemos para isso. Conto Nota 5 que me despertou a vontade de ler um romance deste autor que está na minha estante há tempos (Faca na Água, editora Intrínseca).

Pão e Bombas de Mary Rickert. Autora não publicada no Brasil.  O conto parte de uma triste premissa e é muito bem escrita. Aparentemente no Afeganistão crianças corriam atrás de caixas jogadas de aviões, achando que eram mantimentos, mas na verdade eram bombas. Mas não entendi o problema da neve e nem o final. Nota 3.

Escuros, muito escuros eram os túneis de George R.R. Martin. Primeira vez que leio algo deste autor. Sim, podem me atirar pedras. Mas gostei. No começo a ambientação foi difícil, mas logo entendi onde estava. A raça humana se encontrando em duas versões muito diferentes de evolução. Como isso seria? O medo e a falta de linguagem dificultam tudo. E nossa evolução no escuro, seria assim? Conto interessante. Nota 4.

Jamais se desespere, de Jack McDevitt. Que conto legal. Chaka e Quait vivem em um mundo em ruínas e procuram O Abrigo onde foram escondidos o Conhecimento, a História. Mas será que este lugar existe? Ela pensa em desistir. Mas o que seria de mundo se Churchill tivesse cedido a Hitler? Não entendeu a conexão? Leia o conto.  Muito interessante. Mais um conto que da vontade de ter uma continuação. Nota 4.

Quando os Sysadmins dominaram a Terra, de Cory Doctorow. Aqui sim um conto sobre o apocalipse. Talvez o conto mais nerd que já tenha sido escrito. Parece uma palestra da Cisco. Linguagem chata e pedante. Como sou de TI consegui entender um pouco mais. Se você é de qualquer profissão mais normal, sofrerá mais na leitura. Mas não desista. Até que a ideia é boa. Administradores de sistemas achando que podem salvar o mundo se mantiverem a internet funcionando. Algo a se pensar. Mas não deixa de ser chato. Eu preferia o mundo sendo salvo por pasteleiros. Nota 3.

Mundos Apocalípticos
Mundos Apocalípticos

A Última Forma-o de James Van Pelt. Mais um autor não traduzido no Brasil. Há doze anos não existem mais nascimentos de crianças ou animais. Todo feto vem com mutação genética. Trevin criou um zoológico com animais estranhos que foi encontrando pelo caminho. Mas logo percebe que o que as pessoas realmente querem pagar pra ver é a Última Forma- O. Mas não seria isso uma forma de prostituição? Um conto simples, mas que faz pensar. Nota 3.

Os Anjos de Artie de Catherine Wells, também desconhecida no Brasil, é o conto mais bonito do livro. Muito bonita a estória de Artie e seus amigos. E que final!  “Por nós, ele recusou uma oportunidade de viver centenas de anos no conforto e na paz com sua amada. Eu, como recompensa, vou lhe dar a imortalidade. Durma bem em Avalon, meu Arthur. ” Nota 5.

Resumo do conto Depois do Juizo Final. Melhor conto do livro
Resumo do conto Depois do Juízo Final. Melhor conto do livro


Depois do Juízo Final
, de Jerry Oltion. 8 pessoas foram fazer uma expedição espacial e voltam a Terra depois de 12 anos e encontram tudo vazio e pelos jornais antigos descobrem que Jesus voltou e “arrebatou ” todos os humanos. Até uns que estavam na Lua. Mas porque Deus não os achou? Foram os Escolhidos? Mas porque Deus não deixou recado? Parece cômico, mas é simplesmente o melhor conto do livro. Cientistas tendo que acreditar em Deus. Imagino muita gente fanática querendo que este autor seja arrebatado direto para o quinto dos infernos. Eu adorei!” Nota 5.

Inércia de Nancy Kress. Conto interessante. Há mais de 20 anos um vírus surgiu, como uma lepra e obrigou pessoas a serem isoladas numa cidade fechada. Com o tempo foram sendo deixadas de lado pelo governo, e o que deveria virar um caos, manteve se na paz aprendendo a subsistir tranquilos. Já os que ficaram de fora, estão cada vez mais envolvidos em guerras e disputas. Seria a paz uma característica da doença? Então que tal trazer a doença para o mundo normal e ver se ele fica em paz? Um conto bom pra pensar.” Nota  4.

Sons da Fala de Octavia E. Butler. Este conto também foi lançado este ano pela Editora Morro Branco.  Num mundo futuro e violento as pessoas não sabem mais falar e só se comunicam por gestos. Já pensou viver num mundo assim? Estória interessante. Nota  4.

O Circo Voador da Ginny Bumbum Firme de Neal Barrett Jr. Título exagerado pra um conto muito louco. Um furgão com uma bela mulher, um androide e um gambá sniper psicopata. Num mundo pós-apocalíptico que lembra muito Mad Max. Trocam shows de sexo em um esquema muito maluco por gasolina e por folhas sulfites da cidade dos securitários (?), e ainda são salvos por uma trupe de Chow Chows motoqueiros (!) . Deixe sua imaginação fluir, porque a do autor foi longe. Bem legal! Pena que não existe mais nada deste cara publicado no Brasil. Nota  4.

O Fim Do Mundo Como Nós o Conhecemos de Dele Bailey. Conto interessante sobre qtos finais de mundo já existiram. Peste negra, a extinção dos dinossauros, terremotos e até Adão e Eva sendo expulsos do Paraíso. Tudo pode ser considerado fim do mundo pra quem deixou de existir em certo evento ou perdeu alguém querido. Tragicômico. Nota 4.

Uma Canção Antes de o Sol se Por de David Grigg. Belo e triste conto. O mundo acabou. Hoje o pianista precisa caçar ratos pra comer e trocar por outras mercadorias. Mas no fundo ainda existe um sonho: voltar a tocar um piano. Mas o que a cultura pode trazer para o ser humano em tempos apocalípticos? Livros, quadros, músicas? Nada disso da pra comer. O final mais aberto e desesperador de todos. Nota 4.

Se você é um leitor curioso por Ficção Científica, este livro é para você, mas já te aviso que sua curiosidade será aguçada, e nada me surpreenderá se após esta leitura você começar a procurar livros em inglês mesmo, já que a maioria dos autores trazidos aqui já parecem estar consagrados nos EUA, portanto imagino que entrar em um sebo por lá após esta leitura seja um desastre a sua conta bancaria.

Por sua conta e risco!

E você, já leu Mundos Apocalípticos ? Quais foram seus contos preferidos?

E você, é fã de Ficção Científica? Qual seu livro favorito e porque?

Vamos conversar nos comentários.

E não se esqueça que temos muitas outras indicações, clique aqui e conheça um pouco mais.

E Curta o Site Mundo Hype nas redes sociais, compartilhe com amigos e continue por aqui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here