Review | Lágrimas de Amor e Café, de Babi A.Sette

Uma bela estória de época passada no Brasil

Lágrimas de Amor e Café , é o novo livro de Babi A.Sette lançado pela Editora Verus.

SINOPSE: Fragilizada pela morte da mãe e a miséria na Itália, Angelina aceita a proposta de um estrangeiro rico que oferece não só casamento, mas também conforto para seu pai e sua irmã caçula.

Decidida a ajudar a família, ela embarca para um país distante tendo como companhia somente a escrita e os romances que ama, já que durante a viagem o marido se revela muito diferente do príncipe que sonhou um dia conhecer. Vincenzo também tem o Brasil como destino e, por uma traição, vê seus sonhos roubados logo que desembarca no novo país. E é na fazenda de um barão do café, onde Angelina é senhora e também vítima do marido cruel, que Vincenzo acaba achando trabalho.

Em meio a encontros e conversas nasce entre ambos uma amizade verdadeira e uma paixão secreta que pode colocar em risco não apenas a vida deles, mas também a segurança de outras pessoas. Vincenzo e Angelina teriam coragem o bastante para esquecer as proibições, passar por cima dos perigos e viver esse grande amor?

Há bastante tempo eu já havia ouvido falar no enredo de Lágrimas de Amor e Café, e sabia que Babi A. Sette pretendia lançá-lo um dia.

Desde então, fiquei em uma enorme ansiedade e com uma certeza de que esse seria um livro que eu apreciaria muito, pois embora soubesse de um pequeno resumo apenas, percebia que ele traria fatos históricos bacanas e se passaria no Brasil no século XX, dois fatores que já me fizeram querer acrescentar o livro à minha lista de desejados imediatamente.

Obviamente, no primeiro momento em que ele foi lançado o adquiri, e sem demora iniciei a leitura, que me deixou dividida, pois em um momento eu queria devorar para chegar logo ao final e descobrir tudo sobre aquela trama, mas por outro lado eu apenas desejava prolongar cada frase lida, apenas para degustar um pouco mais daquela leitura incrível.

Sem sombra de dúvidas, Lágrimas de Amor e Café foi o melhor livro da autora que já tive a oportunidade de ler, e ouso dizer também que está dentre os melhores que já li a respeito dessa época no Brasil.

Aqui, encontramos uma história extraordinariamente bem escrita, com um tom poético, e nos deparamos com uma diversidade de gêneros que vão desde o romance, passam pelo drama, fatos históricos e até mesmo encontramos um leve suspense, mistura que contribui para deixar o livro ainda melhor.

Além disso, tudo o que foi colocado nessa obra foi muito bem equilibrado, pois ao mesmo tempo em que temos um belíssimo romance, com um protagonista masculino maravilhoso, também celebramos a força da mulher de forma individual e isso foi muito importante, especialmente naqueles tempos difíceis e na situação em que ela é posta.

Também, nos deparamos com uma vívida compreensão dos sentimentos mais profundos dos personagens, e quando eles se questionam sobre suas atitudes que podem ser consideradas erradas o leitor também está lá se questionando, mas quando eles se convencem de que a atitude que estão tomando é certa o leitor está lá, apoiando-os novamente.

Por já ter ouvido algumas vezes a autora falando sobre seus sentimentos pessoais, seus pensamentos e desejos, senti que nesse livro Babi escreveu tudo com sua alma, falando de sonhos e do poder das histórias, e nos transmite através de seus personagens um pouco dela mesma e do que pensa.

Apesar de ser considerado um livro de época, para mim esse foi um belíssimo romance histórico, pois não se limitou apenas a trazer momentos passados em outra época, e sim trouxe fatos históricos nos relatando como era a vida nos cafezais, como se dava a imigração esperançosa de italianos que deixavam tudo para trás a fim de ir em busca de uma nova e melhor vida, bem como nos informa, de maneira dinâmica, sobre fatos políticos e personalidades daquela época.

O cenário também merece um destaque especial e confesso que adorei as descrições apresentadas sobre a Itália, e amei mais ainda as descrições da fazenda, e por falar em fazenda, não foram somente as descrições de cenários que me encantaram, pois houve cenas tão bem construídas onde consegui me sentir lá dentro do que estava acontecendo, como por exemplo quando é narrado uma personagem se deliciando com um alimento, consegui até sentir os gostos e os cheiros presentes em tal cena, ou no momento de uma tempestade consegui sentir medo e apreensão pelos envolvidos.

O final foi lindo e me deixou de coração quentinho, e apesar de a resolução dos grandes problemas de Angelina com Pedro ser o único ponto que achei que poderia ter tido um desenvolvimento maior nos detalhes, ainda assim não foi algo ruim, apenas diferente do que eu esperava.

Em resumo, Lágrimas de Amor e Café foi um livro que entrou para os meus livros históricos queridinhos, me deixou muitas reflexões, inclusive destacadas por muitos quots encontrados no livro e para quem é adepto do gênero romance com um toque histórico eu recomendo muito, e torço para que os leitores o amem tanto quanto eu amei.

E você, já leu algum livro de Babi A.Sette? Qual foi seu  livro favorito?

Aqui no site temos outras resenhas da autora.

Vamos conversar nos comentários.

E Não se esqueça que temos muitas outras indicações, clique aqui e conheça um pouco mais.

E Curta o Site Mundo Hype nas redes sociais, compartilhe com amigos e continue por aqui.

#pracegover a capa tem um mulher loira de costas com um vestido de época claro todo rendado. Ela está prendendo o cabelo e sobre esta foto, mais abaixo, existe um desenho de grãos de café.

1 COMENTÁRIO

  1. Eu ameiiiii,apenas fiquei triste por ler tão rápido.O meu favorito é a promessa da rosa😍depois o despertar do lírio e terceiro senhorita aurora.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here