Review | Engano – Aos cuidados da Fera, de MJ Haag

Voltei para contar sobre o segundo volume dessa trilogia com uma releitura de a Bela e a Fera. Em Engano – Aos cuidados da Fera da autora MJ Haag, começamos com a continuação da última cena do primeiro livro (resenha aqui). Esse livro foi publicado em 2018 pela 3DEA Editora.

Nesse volume, vemos o desenvolvimento do relacionamento entre Benella e a Fera, pois aqui ela passa a ser sua ‘prisioneira’ e viver em seu território. Como um bom romance dark, não espere ver o romance surgir em uma troca de olhares ou em uma dança. Eles brigam, se ofendem, perdem a a razão e acabam se reconciliando ao longo do tempo. No caso, muitas das brigas envolvem comidas sendo jogadas e mesas sendo partidas.

Quero que apareça como um lembrete para você. Eu sou uma pessoa, não um objeto que vai suportar sua fúria e se consertar. Não faço parte dessa propriedade.

Benella decide ajudar a fera a quebrar a maldição que foi jogada nele há cinquenta anos atrás, e ela procura a ajuda das Irmãs Sussurrantes, agora alunas de seu pai e suas novas amigas, para tentar entender a fera, e encontrar possíveis formas de ajuda-lo a se controlar e cumprir o necessário para quebrar a maldição: uma noite de prazer. Ao mesmo tempo que Benella tenta ajudar a fera e compreendê-lo, ela passa a compreender mais a si mesma.

_ Você pensa antes de sentir – ele disse.

A interação entre o casal principal é bem divertida. Em um momento eles barganham, no outro discutem e no próximo tentam ajudar um ao outro. A fera, que teve um passado pervertido, tenta usar seus momentos com a garota para se concentrar em agradar a feiticeira.

_ Se não posso ter roupas e me ocupar lá fora, o que mais eu posso fazer além de incomodá-lo?

Engano tem diversas passagens engraçadas, principalmente quando Benella começa a descobrir sobre sua própria sensualidade e sexualidade, e, por ser inocente, acaba fazendo comentários que deixam tantos os outros personagens quanto o leitor sem resposta.

Nunca uma passagem fez tanto sentido dentro de uma livro quanto essa. Mesmo depois de finalizar a leitura fiquei repensando sobre isso e como encaixou como uma luva dentro da história.

Mesmo agora vivendo com a Fera, Benella podia sair da propriedade e ainda corria perigo na antiga aldeia que vivia, pois o padeiro (desprezível) ainda tinha interesse na garota, e os filhos do ferreiro não deixaram de tentar machuca-la.

_Você poderia ter ajudado_ Bryn me acusou._ Quando sai para explorar, sempre encontra algo de valor para trocar. Pedi a você para voltar com alguma coisa para trocar, e você sempre chega sem nada. É como se pensasse que não tem mais responsabilidade para com sua família.

Meu asco pelas irmãs da Benella só se intensificam nesse livro. Elas são criaturas extremamente arrogantes, egoístas e cruéis, isso falando de forma delicada. Eu ainda espero que elas paguem por suas atitudes nos próximos livros.

Até o momento, parece uma história bem fofinha, mas tem acontecimentos que são um pouco mais pesados e justificam a recomendação para maiores de 18 anos do livro (como várias chantagens entre a fera e Benella).

Se eu a vir, não precisarei tocar em você. Apenas dois dias por semana. No restante, pode usar o que desejar.

Novamente nesse volume vi os problemas da falta de pontuação que havia relatado no primeiro livro. São pequenas coisas que podem atrapalhar um pouco o fluir da leitura, que passaram batido na revisão do livro.

Assim como no volume anterior, Engano- Aos cuidados da Fera terminou de uma maneira sensacional, deixando-nos ávidos para ler o próximo e último livro. As revelações feitas no final também foram bem impactantes, e admito que não esperava pelo que aconteceu e as revelações feitas. Enfim, Benella e a fera descobrem como quebrar a maldição, mas a garota pode perder muito por isso.

 

Confira esse e outros livro na Amazon – Clique aqui

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here