Review | Dias de Despedida, de Jeff Zentner

Dias de Despedida de Jeff Zentner foi o primeiro livro do autor a ser lançado no Brasil pela Editora Seguinte, e é um Jovem Adulto diferente.

SINOPSE:Cadê vocês? Me respondam.”

Essa foi a última mensagem que Carver mandou para seus melhores amigos, Mars, Eli e Blake. Logo em seguida os três sofreram um acidente de carro fatal. Agora, o garoto não consegue parar de se culpar pelo que aconteceu e, para piorar, um juiz poderoso está empenhado em abrir uma investigação criminal contra ele. Mas Carver tem alguns aliados: a namorada de Eli, sua única amiga na escola; o dr. Mendez, seu terapeuta; e a avó de Blake, que pede a sua ajuda para organizar um “dia de despedida” para compartilharem lembranças do neto. Quando as outras famílias decidem que também querem um dia de despedida, Carver não tem certeza de suas intenções. Será que eles serão capazes de ficar em paz com suas perdas? Ou esses dias de despedida só vão deixar Carver mais perto de um colapso — ou, pior, da prisão?

Há poucos meses, conheci o autor Jeff Zentner através do seu livro chamado Juntos Somos Eternos, um drama juvenil muito bem escrito e emocionante, que imediatamente conseguiu me fazer virar fã do autor.

Assim, recentemente, a procura do que ler percebi que havia outro livro do autor já lançado no Brasil e que eu ainda não havia lido e logo tratei de mudar essa situação, escolhendo-o como minha próxima leitura.

Dias de Despedida me proporcionou uma experiência bastante positiva, no entanto, em boa parte da leitura fiquei comparando com o primeiro livro que li do autor, e concluí que aquele mexeu muito mais comigo e foi bem mais emocionante.

Nesse enredo, acompanhamos a saga de Carver, um rapaz que está no último ano do ensino médio e que ao mandar uma mensagem de texto para seus amigos que estavam voltando do cinema, faz com que quando o amigo vá responder bata em um caminhão, pois estava dirigindo.

Assim, além do luto, Carver também se culpa, e é acusado por muitas pessoas de ser o responsável pela morte dos amigos, e corre o risco de inclusive ter uma investigação criminal aberta para investigá-lo.

O enredo desse livro é muito interessante e diferente, e mais uma vez pude encontrar aqui a escrita madura, sensível e emocionante desse autor.

Além disso, os temas trabalhados são muito interessantes, e além de abordar os assuntos típicos dos adolescentes, ele nos mostra um lado bem família que gosto muito de acompanhar, e fala sobre a situação fácil ou difícil que cada um enfrenta em suas vidas pessoais.

Qual seria o problema do livro então?

Na verdade, nem eu sei explicar direito, mas não consegui sentir aquela emoção, aquele toque no coração que certos livros trazem, e não consegui me aproximar de Carver, o protagonista de toda a história.

Por outro lado, achei lindos os Dias de Despedida que ele fez com as famílias de seus amigos, e foi interessante ver como cada pessoa reagiu aos acidentes e as mortes.

Também, posso afirmar que amei vários personagens secundários como Jesmyn, Georgia, vovó Betsy que foi a mais apaixonante e também o terapeuta, Dr. Mendez.

Em suma, apesar de não ter sido o melhor do autor esse livro se mostrou muito bom e interessante, e com certeza é um livro e um autor que recomendo muito para aqueles que gostam de leituras carregadas de maturidade e reflexões.

E você, já leu algum livro de Jeff Zentner e se emocionou? Qual foi seu livro favorito?

Vamos conversar nos comentários.

E Não se esqueça que temos muitas outras indicações, clique aqui e conheça um pouco mais.

E Curta o Site Mundo Hype nas redes sociais, compartilhe com amigos e continue por aqui.

#pracegover,  a capa é de um azul quase roxo, e tem um copo de milk shake quebrado, além do nome do livro ao centro

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here