Review | Despertar (Xenogênese 1), de Octavia E. Butler

Review | Despertar (Xenogênese 1), de Octavia E. Butler

SINOPSE: Há vida inteligente lá fora e é ela que salva a humanidade de si mesma. Quando Lilith Iyapo desperta após 250 anos de animação suspensa, descobre que o planeta Terra e os seres humanos sobreviventes de uma guerra catastrófica estão sob a guarda dos Oankali, uma espécie alienígena com habilidades e tecnologias tão impressionantes quanto sua aparência é repulsiva. Lilith foi escolhida para despertar e preparar outros seres humanos para finalmente retornarem ao planeta natal. A Terra está novamente habitável há pouco, porém em condições bem diferentes do que conheciam. Assim, os humanos precisarão desenvolver suas habilidades de sobrevivência, enquanto Lilith terá que superar as próprias suspeitas para liderá-los nessa nova etapa – além de decidir se vale a pena andar sobre a linha do que nos define como humanos.

Análise

Despertar (Breaking Dawn, tradução de Heci Regina Candiani) é o primeiro livro da trilogia Xenogênese de Octavia E. Butler, e apresenta o aparecimento dos Oankali, uma raça nômade e exótica que resgatou o que sobrou da humanidade. Podemos conhecê-los, principalmente, pela relação que estabelecem com Lilith (um nome bíblico que, se prestarmos atenção, parece ter sido escolhido por um certo simbolismo); uma mulher de trinta e poucos anos que foi resgatada do apocalipse humano, cujos eventos ocorreram em uma época anterior à narrativa e que conhecemos por menções feitas pelos Oankali, ou por outros personagens humanos que irão aparecer. Através de Lilith, cativa em uma nave Oankali, e que despertou nela, conhecemos a natureza dos Oankali, os planos que eles têm para os seres humanos e principalmente de sua necessidade de se relacionar conosco, pelo menos no sentido reprodutivo.

A autora viveu o medo dos anos da guerra fria e da tensão política constante, não tão dissimulada como os das democracias contemporâneas, entre os Estados Unidos e a União Soviética, e esse período forjou a ideia original para criar essa série de livros. Segundo Butler, em entrevista, foi uma fala de Ronald Reagan dizendo que uma guerra nuclear poderia ser vencida. E em Despertar essa guerra ocorreu e o planeta tornou-se um local nocivo para os seres humanos sobreviventes, e muitas espécies de plantas e animais desapareceram. Alguns anos depois, os Oankali chegam ao planeta e se depararam com tal situação, então resgataram todos aqueles que puderam levar.

Conceito dos alienígenas, por Amy Dang

O que os Oankali querem dos humanos? Por que decidiram salvá-los? Eles não poderiam ter impedido que as bombas nucleares deixassem o planeta inabitável? Essas e muitas outras perguntas serão aquelas que nossa protagonista fará em primeiro lugar. Mas então outras virão ainda mais importantes: Por que os alienígenas mostram interesse em Lilith? Por que ela deveria guiar os outros humanos em sua primeira interação com os Oankali? Quanto da sua própria humanidade você está disposto a sacrificar pela possibilidade de retornar à Terra? Qual é o preço dessa ajuda?

Uma das partes mais incríveis do livro é saber dos Oankali, os seres alienígenas que parecem tão diferentes de nós que a primeira coisa que causam é um pavor real. Uma rejeição instintiva e tão difícil de superar que até que um ser humano não considere pronto para retornar à Terra. Porque se os sobreviventes queiram voltar para casa, devem aceitar a companhia dos Oankali. Seres que viajam pela galáxia e podem modificar o DNA de todos os seres vivos com os quais interagem, querem não só devolver o seu planeta, melhorado, mas também ir com eles e mudá-los enquanto ao mesmo tempo se modificam.

Uma das muitas peculiaridades desses alienígenas é que entre eles não existem apenas com dois sexos, mas três: fêmeas, machos e um terceiro chamado ooloi. São precisamente os ooloi que têm a capacidade de mudar o corpo humano: eliminar doenças, enfermidades e até melhorar a sua força, a sua velocidade ou a sua capacidade de recuperação. Além disso, eles têm a capacidade de compartilhar a dor e o prazer de seus parceiros. Os humaanos podem aceitar o que os alienígenas querem oferecer a eles? Eles aceitarão facilmente que um ooloi seja um terceiro membro de um relacionamento humano?

Alienígenas, sobrevivência, injustiças, adaptação, transformação, sexo, família … Despertar, de Octavia E. Butler, o primeiro livro da trilogia Xenogênese (editora Morro Branco) é fascinante. O despertar de Lilith estabelece uma relação crível entre o início do livro e seu título e também já dimensiona o limite entre uma coisa e outra, entre consentimento e manipulação, para deixar mais claro.

O primeiro volume não apenas nos apresenta um universo rico e imaginativo, cheio de tecnologia viva ou seres alienígenas que causam tanta repulsão quanto atração. Mas também permitem que a autora fale sobre as questões que realmente a preocupam, como o ambientalismo, o racismo, o colonialismo, a violência ou o machismo.

A Autora

Leia mais Reviews