Review | Conan, o Bárbaro: Monstros do Passado #5

Conan volta à sua terra natal para descobrir que todos os seus conterrâneos foram tomados por um mal relacionado ao seu passado que ele terá que enfrentar tentando ferir quanto menos pessoas for possível. Depois, o cimério se encontra numa caverna repleta de monstros que levará ao maior de todos: o deus das profundezas!

Finalizada a leitura do 5° volume (capítulos 8 e 9) dessa saga interminável do Cimério de Bronze, ou apenas Conan, escrita pelo roteirista Jason Aaron que vem conseguindo manter o elevado nível das histórias até aqui.

O primeiro capítulo desta edição nos leva a viver histórias do passado de Conan que, como sempre, vêm a tona para tentar destruí-lo, entretanto, desta vez o inimigo foi mais audaz e ousado e usou de meios “arcanos” ardilosos para tal.

No segundo capítulo desta edição, nós acompanhamos Conan em uma “aventura” que o leva a reviver velhos “monstros da passado” (palmas para quem escolheu esse como o título deste 5° volume, pois se encaixou perfeitamente), e isso serve como uma saudosa lembrança aos fãs mais “old school” do personagem (quem lê a edição vai entender bem o que estou falando). O final desta edição novamente nos deixa com aquela boa pitada de dúvida no ar e curiosidade pelo que vem pela frente, certo é, Conan passou por muitas situações que lhe deram mais sabedoria e que mais a frente certamente irão testá-lo ante um “grandioso” inimigo.

Veremos nos próximos capítulos o que aguarda o Cimério de Bronze!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here