Review | “CARNIFICINA – MENTE ASSASSINA”

Review | “CARNIFICINA – MENTE ASSASSINA”

Boa tarde amigos da Mundo Hype !!!

Eu sou o Paulo Cruz e estou com uma nova coluna sem data fixa de postagem (pintou a ideia, vai para o site).

Minha proposta é falar de tudo relacionado a “Cultura Nerd” mas de um jeito diferente; como se estivéssemos em uma roda de amigos, jogando conversa fora (sem regras e sem pesquisas mirabolantes).

Trazer conhecimento, curiosidades e abrir um espaço para trocarmos opiniões, nos divertindo falando do que realmente gostamos.

Hoje vamos falar de “Carnificina – Mente Assassina” de Warren Ellis/David Quinn (roteiro) e Kyle Hotz (arte), que nos apresenta uma viagem aterradora e doentia ao interior da mente do serial-killer Cletus Kasady.

Esta edição é composta por duas histórias: na primeira intitulada “Bomba Mental“, encontramos o Carnificina enclausurado no Instituto Ravencroft, sob os cuidados da Dra. Kafka e a vigilância constante de John Jameson (o Homem-Lobo).

Tudo gira em torno da chegada do Dr. Matthew Kurtz (um especialista em Psiquiatria em Washington enviado pelo Pentágono), afirmando categoricamente ter a cura para a loucura homicida do Carnificina. Mas será que ele está preparado para mergulhar fundo na mente do psicopata e sair ileso?

Já na segunda aventura intitulada “A Vida é Maravilhosa” (com o iminente fechamento do Instituto Ravencroft), o Carnificina resolve levar a Dra. Kafta e John Jameson em uma viagem ao interior da loucura de sua própria mente, com o intuito de mostrar realmente a sua visão de uma “vida maravilhosa” centrada em violência e terror, banhada por litros de sangue e vísceras.

Uma edição que nos leva ao interior do Carnificina e sacramenta o seu desdém pela vida em geral (Warren Ellis e David Quinn dissecam a mente do psicopata em camadas tão profundas, que a arte de Kyle Hortz chega a incomodar pelo horror denso e doentio).

Esta edição serve como aperitivo do arco “Carnificina Absoluta” (em três edições, nos volumes de “Carnificina Absoluta: Contos Sangrentos” e nos títulos mensais da Marvel).

E aí?….gostaram?

Deixem seus comentários, críticas e sugestões….e com base nas suas opiniões, vou postar assuntos de seu interesse e que agradem….para que continuemos nos divertindo e celebrando a amizade….conto com vocês….fuiiii !!!

Sobre o autor

Leia mais Reviews

Review | Esplendor da Honra, de Julie Garwood

Depois que li A Lady de Lyon da autora Julie Garwood, sabia que teria que ler outros livros dessa autora sensacional. E logo tive...

Review | Malorie, de Josh Malerman

Malorie de Josh Malerman, continuação do best seller Caixa de Pássaros foi o grande lançamento da Editora Intrínseca neste mês de julho. Em um ano cheio...

Review | A Canção de Sangue (Série A Sombra do Corvo 1), de Anthony Ryan.

A Leya recentemente lançou um comunicado sobre uma retração no gênero fantasia, justificando o abandono da publicação dos livros de Brandon Sanderson e de...

Review | Pecados Noturnos, de Islay Rodrigues

Pecados Noturnos é um romance de época da autora brasileira Islay Rodrigues. Esbarrei nesse livro por acaso e, depois de ler a sinopse, entrei...

Review | A Garota do Calendário (Janeiro)

Atenção, a review abaixo é escrita a base de ironia, deboche, sarcasmos e tudo que pode habitar num coração geminiano! Pois bem, A Garota do...

Review | Esplendor da Honra, de Julie Garwood

Depois que li A Lady de Lyon da autora Julie Garwood, sabia que teria que ler outros livros dessa autora sensacional. E logo tive...

Review | Malorie, de Josh Malerman

Malorie de Josh Malerman, continuação do best seller Caixa de Pássaros foi o grande lançamento da Editora Intrínseca neste mês de julho. Em um ano cheio...

Review | A Canção de Sangue (Série A Sombra do Corvo 1), de Anthony Ryan.

A Leya recentemente lançou um comunicado sobre uma retração no gênero fantasia, justificando o abandono da publicação dos livros de Brandon Sanderson e de...

Review | Pecados Noturnos, de Islay Rodrigues

Pecados Noturnos é um romance de época da autora brasileira Islay Rodrigues. Esbarrei nesse livro por acaso e, depois de ler a sinopse, entrei...