Review | Binno Oxz e o Clã de Prata, de Fábio Henckel

Review | Binno Oxz e o Clã de Prata, de Fábio Henckel

Binno Oxz é um garoto inteligente, curioso e ousado, aluno de um internato, vive numa colônia de casas velhas. Carroça e carros antigos. Uma igreja. Um cemitério. Um campo de futebol. Computadores ultrapassados. Internet lenta. Aos olhos de um garoto, uma vida normal e tediosa, bem parecida com uma atual cidadezinha do interior, contudo nada disso é parecido com nossa realidade, estamos em um futuro hipotético, onde o mundo teve quase toda sua superfície coberta por água e os IA – Programas de Inteligência Artificial – são os responsáveis para ajudar os seres humanos sobreviventes nas decisões diárias.

Esse é o argumento do livro Binno Oxz e o Clã de Prata (Novo Século, 336 páginas, escrito pelo gaúcho Fábio Henckel, numa estética que se aproveita da linguagem dos animês, dos vídeo-games e da Internet para compor uma história cheia de ação e ritmo para um público leitor ávido por novidades e também para quem não gosta muito de ler. Binno reside no único local do planeta onde a vida se sustentou, a colônia Utoppy, uma cidade sem muita coisa para fazer para um garoto como Oxz. Estudando no Internato de Educação Técnica, descobre os códigos secretos de uma IA e é levado para ser avaliado pela equipe do governado de Utoppy. Porém, algo incomum ocorre e Oxz se vê envolvido numa trama que ameaça a autonomia humana, além de descobrir que Utoppy, a colônia que vivia, não era a única em que havia vida.

Criativo, Henckel usou a Internet e seus fãs começaram a trocar idéias em site de relacionamento e daí em diante, a editora Novo Século apostou na edição e lançou o livro em junho num projeto gráfico diferenciado. A narrativa juvenil, ambienta um futuro bem provável, com personagens que lembram um amálgama de Tolkien, Harry Potter, Naruto, Homem-Aranha, Namor, Corrida Maluca, Matrix, numa narrativa com ritmo de roteiro de cinema, é uma boa pedida para quem queira iniciar no gênero de ficção científica. Visite o site do autor aqui.

PS: link atual para encontrar as novas aventuras de Oxz

Sobre o autor

Cadorno Teles
Professor de Ciências Biológicas e Física, Historiador, idealizador do Canto do Piririguá, astrônomo amador e curte Mestrar RPG e jogar um bom boardgame/videogame.

Leia mais Reviews

Review | Neurocomic, de Matteo Farinella e Hana Ros

Eu amo livros de divulgação científica, isso é um fato. E quando é possível aliar divulgação científica com quadrinhos e uma edição incrível da...

Com Sangue, de Stephen King

Há uma máquina criadora de histórias, com alto índice de produtividade e criatividade que finge se passar por humano chamado S.T.E.P.H.E.N. K.I.N.G. - Hoje...

Review | O Segredo de Rose Gold de Stephanie Wrobel

O Segredo de Rose Gold de Stephanie Wrobel é um thriller realmente psicológico que acaba de ser lançado pela Editora Verus. Você curte thrillers com...

Review | Sem Saida de Taylor Adams

Desde o fim do ano passado venho escutado que Sem Saída de Taylor Adams, lançado pela Faro Editorial é o livro de suspense do...

Review | Villette de Charlotte Bronte

Villette foi minha primeira experiência com Charlotte Bronte, e apesar de ser uma leitura lenta, tornou-se uma leitura interessante, principalmente pelo retrato da época...

Review | Neurocomic, de Matteo Farinella e Hana Ros

Eu amo livros de divulgação científica, isso é um fato. E quando é possível aliar divulgação científica com quadrinhos e uma edição incrível da...

Com Sangue, de Stephen King

Há uma máquina criadora de histórias, com alto índice de produtividade e criatividade que finge se passar por humano chamado S.T.E.P.H.E.N. K.I.N.G. - Hoje...

Review | O Segredo de Rose Gold de Stephanie Wrobel

O Segredo de Rose Gold de Stephanie Wrobel é um thriller realmente psicológico que acaba de ser lançado pela Editora Verus. Você curte thrillers com...

Review | Sem Saida de Taylor Adams

Desde o fim do ano passado venho escutado que Sem Saída de Taylor Adams, lançado pela Faro Editorial é o livro de suspense do...