Review | Asiáticos Podres de Ricos, de Kevin Kwan

Novela Singapuriana

Asiáticos Podres de Ricos de Kevin Kwan foi lançado em 2018 no Brasil pela Editora Record e se você ainda não leu está perdendo tempo.

Este livro dividiu muitas opiniões desde seu lançamento, mas para mim ele funcionou perfeitamente. E como eu gostaria de te convencer a embarcar nesta leitura.

Concordo que no inicio não é um livro de fácil leitura. Muitos detalhes sobre luxo e muitos nomes chineses, anos luz de nossa realidade, mas se você aceitar a proposta e entrar na vibe garanto que vai se divertir muito.

A estória do livro é básica e parece muito com diversas sinopses de chick lits ou novelas que você já viu/leu por ai.

Asiáticos Podres de Ricos - Capa do Filme
Asiáticos Podres de Ricos – Capa do Filme

Rachel Chu é uma professora de economia Sino-Americana. Ela nasceu na China, mas sua mãe mudou-se para os EUA quando ela era pequena e lutou para cria-la sendo mãe solteira.

Ela namora Nick Young, um professor de história e tudo o que sabe dele é que ele veio de Singapura.

Eles já estão neste relacionamento há um tempo, até que Nick recebe um convite para ser padrinho de casamento de um amigo de infância em seu país Natal e convida Rachel para ir junto. Será que Nick vai se inspirar e pedi-la em casamento também?

Mas o que ela não sabe é que Nick, com o casamento deste amigo, passa a ser simplesmente o solteiro mais cobiçado da Ásia, por ser filho de uma família de milionários cuja riqueza vem desde a antiguidade da China, e fundação de Singapura.

As surpresas de Rachel já começam no avião. Acostumada com a classe econômica, de repente ela se vê na Primeira Classe de um avião onde existem até quartos.

E continua ao chegar a Singapura, onde já são recebidos pelos noivos em carrões e se hospedam em hotéis com mega quartos e serviços.

Mas a viagem que poderia ser maravilhosa acaba virando um problema, cheia de intrigas, fofocas e traições, quando Rachel conhece sua sogra, as amigas desta e a avó quase centenária de Nick, que não escondem de ninguém que desejam que ele se case com alguém do nível social deles, e se possível de uma das famílias quatrocentonas que fundaram aquele país.

Trinta segundos depois de saber o nome dela e onde morava eram o bastante para Eleanor pôr em ação seu algoritmo social e calcular precisamente o local que a mulher ocupava em sua própria constelação, com base em quem eram seus parentes, qual o seu valor liquido aproximado, a origem de sua fortuna e quais escândalos familiares teriam ocorrido nos últimos cinquenta anos

Roteiro batido desde a era clássica da literatura?

Ledo engano.

Kevin Kwan
Kevin Kwan

Abra sua mente, deixe o celular ao seu lado aberto no Google, deixe seu preconceito de lado e venha conhecer Kevin Kwan.

Para mim Kevin Kwan, o autor da saga dos Asiáticos Podres de Ricos é um gênio.

Kwan nasceu em Singapura e mudou para os EUA com 11 anos, mas sua família vem da época de fundação de Singapura. Ele estudou fotografia e trabalhava com isso, até que seu pai ficou doente e ele precisou acompanha-lo para fazer um tratamento. Neste tempo, começou a pedir para seu pai lhe contar estórias da família, e resolveu escreve-las e guarda-las, para salvar as memorias de seu pai. Até que alguns amigos leram aquilo e perceberam o potencial que estava nas mãos de Kwan, e o convenceram a escrever este livro, que deu tão certo nos EUA que virou uma trilogia.

Trilogia Asiáticos Podres de Ricos
Trilogia Asiáticos Podres de Ricos

Kwan pega todos os clichês que já conhecemos e vai temperando com as informações mais ricas e surreais possíveis, mas sempre com uma ironia fina, e assim nos leva para um outro mundo que pensamos ser ficção, mas que na verdade existe, basta consultar o Google.

Oh, Jesus, nosso senhor e salvador, abençoado seja o Vosso nome. Viemos até Vós pedir humildemente perdão hoje, pois todas nós pecamos contra Vós. Graças por nos banhar com Vossas bênçãos. Graças ao Nosso Senhor Jesus Cristo pela irmandade que compartilhamos hoje, pelo alimento que nos nutriu, pelo poder da Vossa palavra sagrada. Por favor, proteja a nossa querida irmã Eleanor, a irmã Lorena, a irmã Daisy e a irmã Nadine, enquanto elas tentam vender suas ações da Sina Land.

E assim conhecemos mansões e apartamentos enormes de arquitetos famosos, moveis criados por designers, restaurantes chiques com salões exclusivos e suas comidas exóticas, carros mega rápidos e mega caros, joias, roupas e festas que nunca imaginamos ser possível.

A noiva do amigo de Nick também é Podre de Rica e não economiza nada em seu casamento.

Que tal pegar o jatinho da família para ir fazer uma despedida de solteiro no hotel da família nas ilhas Maldivas com direito a lembrancinhas de boutiques renomadas? E que tal levar seus convidados para uma ilha com artistas do Circo de Soleil na sua festa de casamento?

São tantas coisas que não dá para descrever, e me pergunto como que Kwan conhece tanta coisa assim?

Muitas pessoas reclamaram do nível de detalhes exagerados, mas para mim estes detalhes foram os itens que deixaram a obra diferente de qualquer coisa que eu já tenha lido.

No começo é tudo muito estranho. Na cena ele descreve os móveis, as roupas, as louças, além de criar diálogos aparentemente fúteis. Os nomes são complexos, assim como a linhagem e ligação entre tantos personagens que vão cercando Rachel e Nick. O livro tem uma enorme arvore genealógica no inicio que pode ser sempre consultada. Mas existe algo na escrita de Kevin Kwan que transforma Asiáticos Podres de Ricos em algo tão interessante, que se você estiver disposto, não será difícil ficar imerso naqueles detalhes e de repente se pegar preocupando-se com os “problemas de rico” dos personagens.

Isso sem contar na vontade que o texto nos dá de conhecer tudo aquilo que ele cita ali (e haja Google!). Além de vontade de conhecer Singapura e aquelas comidas. (Me peguei vendo até vídeo de culinária chinesa para saber como certos pratos eram feitos. Vai um Satay ai?).

Muitas pessoas só viram futilidade neste livro e detalhes enciclopédicos.

Eu ouso dizer que para mim este livro é um evento cultural que engrandece o leitor, nos trazendo um mundo surreal em suas riquezas, mas também extremamente rico em seus rituais e cultura.

Leitura obrigatória e imperdível.

 Quem eram aquelas duas mulheres de vestido de seda paradas feito estátuas atrás dela? – perguntou Rachel. – Ah, são as damas de companhia dela.

– O quê?

-As damas de companhia dela. Nunca saem do lado da minha avó.

– Como amas, ou coisa assim? Pareciam tão elegantes!

 – Sim, são da Tailândia e foram treinadas para servir à corte real.

– Isso é algo comum em Cingapura? Importar criadas da realeza da Tailândia? -indagou Rachel, incrédula.

– Acredito que não. Esse serviço foi um presente vitalício especial dado à minha avó.

 -Presente? De quem?

– Do rei da Tailândia.

Em 2019 o filme baseado em Asiáticos Podres de Ricos fez história em Hollywood, por se o primeiro filme com elenco totalmente asiático em Hollywood, concorrendo até em algumas categorias do Globo de Ouro.

Ainda em 2019, a Editora Record lançou por aqui o segundo livro Namorada Podre de Rica. A gente já leu e em breve traremos a resenha. E agora seguimos ansiosos aguardando que a editora Record traga o 3o livro da série o mais rápido possível.

E você, já teve coragem de conhecer este mundo de riqueza oriental?

Leu o livro ou assistiu o filme?

Vamos conversar nos comentários

E Não se esqueça que temos muitas outras indicações, clique aqui e conheça um pouco mais.

E Curta o Site Mundo Hype nas redes sociais, compartilhe com amigos e continue por aqui.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here