Retrogames – Star Fox 64

Hoje aqui no Retrogames eu vim falar mais uma vez sobre um jogo do meu console favorito, o Nintendo 64. E o escolhido de hoje é o Star Fox.

também conhecido como Lylat Wars na Europa e Oceania (devido a problemas com direitos autorais). Star Fox foi lançado em 27 de Abril de 1997 no Japão, em 1º de Julho de 1997 na América do Norte e em 20 de Outubro de 1997 na Europa e na Austrália. Muitos aspectos do jogo foram reaproveitados no projeto Star Fox 2, que seria lançado para o Super Nintendo mas foi cancelado pelos desenvolvedores, visto que o Nintendo 64 já estava quase chegando ao mercado.

Foi o primeiro game a utilizar o recém lançado “Rumble Pak” – periférico que adaptado ao controle vibrava de acordo com os acontecimentos do jogo, inclusive ele vinha junto com o cartucho. Com ele, cada tiro e cada esbarrão podia ser sentido, trazendo mais emoção ao jogo.

 

O cruel cientista Andross foi mandado para o exílio no planeta deserto Venom, expulso de Corneria. Um dia, algo estranho é detectado em Venom e uma equipe de pilotos é mandada para lá investigar. Integram o time Pigma Dengar, James McCloud (pai de Fox, o protagonista da série) e Peppy Hare. Quando chegam a Venom, Pigma os trai enquanto James é capturado, e Peppy consegue escapar e voltar para Corneria (o caminho Vermelho no jogo, a nave de James aparece na última fase para ajudar Fox a escapar da explosão ). Uma nova equipe é formada pelos pilotos Fox McCloud, Falco Lombardi, Slippy Toad e Peppy Hare. Fox é a última esperança de Corneria para pôr um fim nos planos insanos de Andross e assegurar a paz no sistema planetário de Lylat. Fox é o personagem com o qual você joga, mas os integrantes da equipe contribuíam para o êxito da missão fornecendo informações importantes e dicas ao longo de cada fase, mas também era necessário protegê-los e salvá-los em algumas situações, pois caso fossem abatidos eles permaneceriam na base para reparos da aeronave durante o próximo estágio.

Diferente do seu antecessor do SNES, as fases em Star Fox 64 eram maiores, os chefes muito mais complexos e pela primeira vez no console mais de 40 minutos de vozes ilustravam a aventura. Apesar de falhar um pouco na exploração, as fases de combate eram desafiadoras como poucos games do 64 conseguiram. É considerado pelos fãs não só o melhor game da série, mas também aquele que conseguiu oferecer fases repletas de ação sem que isso se tornasse repetitivo ao longo dos 15 estágios. Como se não bastasse, ainda havia um modo multiplayer que suportava até 4 jogadores com tela dividida e um modo de treinamento, para quem não tinha nenhuma experiência com o jogo aprender os controles básicos.

 

Star fox não é um jogo difícil e é relativamente curto, quando você domina a jogabilidade. Graficamente o game é muito bom, com texturas limpas e efeitos muito interessantes, como por exemplo as marcas deixadas pelos lasers nos locais atingidos por eles. A trilha sonora foi composta por Kōji Kondō e Hajime Wakai. Algumas músicas deste jogo foram utilizadas novamente em outros jogos da franquia. Apesar de que a trilha não é tão boa, as músicas não passam a emoção necessária para o jogo.

Esse foi um jogo em que eu costumava alugar muito nos finais de semanas na locadora e não me cansava de jogar. Infelizmente eu nunca tive o cartucho e mesmo ainda tendo meu nintendo 64, tive que baixar o emulador para relembrar um pouco do jogo, a emoção não é a mesma de jogar no console, mas valeu muito a pena relembrar desse clássico e matar a saudade. Fico por aqui, mas antes deixo um trailer do jogo para quem quiser matar a saudade, também: