Review | Caligari! de Alexandre Teles

Existem obras no cinema que foram revolucionárias e vanguardistas para sua época, chocando o público e causando horror em suas exibições, mas trazem também consigo aquele espírito de mudança, de mutação, de características que moldariam o futuro da sétima arte, e esse foi o caso de O Gabinete do Dr. Caligari.

Partindo desse ponto, produzido em 1920 na Alemanha, com direção de Robert Wiene, que também foi responsável por outro longa altamente influenciador, Crime e Castigo de Dostoiévski em 1923, Wiene dirigiu a obra que foi, e ainda é considerada a obra definidora do estilo expressionista no cinema alemão.

Porém, iremos falar de um impressionante trabalho feito pelo artista gráfico e quadrinista Alexandre Teles, recriando o histórico filme de 1920 em monotípias de ferro e impressas em papel de algodão, foi feito praticamente um frame a frame do longa, assustador como o filme e ainda revolucionário, se Gabinete do dr Caligari revolucionou o expressionismo alemão em sua época, aqui temos uma releitura a altura do clássico.

De um modo que também revoluciona artisticamente a forma de lermos e acompanharmos a sinistra e perturbadora história, acompanhamos os assassinatos cometidos em uma cidade alemã, logo após a chegada do Dr. Caligari e seu assistente, que se encontra sonâmbulo há 25 anos, Cesare, que rapidamente no desenrolar dos acontecimentos é o acusado dos crimes, pois Caligari o desperta para fazer previsões acerca dos convidados do local, em.sua maioria, previsões de morte dos escolhidos.

Toda a atmosfera densa e pesada está presente nas páginas e em cada quadro da hq, um fundo inteiramente preto apenas com as imagens em pequenos detalhes que formam as imagens, lembrando aqueles antigos álbuns de fotografia (também assustadores), para uma experiência completa no trabalho de Alexandre Teles, também vale assistir ao filme original, disponível na íntegra no YouTube.

A editora Veneta surpreende novamente, com mais um título diferenciado e extremamente artístico, com uma visão estética inovadora que Alexandre Teles produziu durante seus três anos de desenvolvimento do “quadrinho”, pois Caligari! não é uma simples Graphic Novel, é uma obra de arte nos seus mínimos detalhes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here