Review | Beasts of Burden de Evan Dorkin e Jill Thompson

Os Rituais Animais de Evan Dorkin e Jill Thompson

A antiga expressão “não se deve julgar um livro pela capa” é extremamente apropriada aqui, em uma primeira e rápida análise, vemos um grupo de animais, composto por cinco cães e um gato, com belas cores, e temos a impressão de que iremos encontrar uma bela fábula infantil, certo? Errado!

Beasts of Burden nos leva em uma jornada com os animais que vemos na capa que são na verdade investigadores do sobrenatural, são fofinhos? De fato, são, mas as histórias mostradas aqui não são nem um pouco fofas, um ponto que deve ficar bem claro, eles não são animais falantes, as falas que vemos nas histórias são eles se comunicando entre si e não com os humanos.

Durante as histórias é impossível não abrir ao menos um sorriso, situações que levam à um riso fácil, sem apelações, e logo em seguida te lembram que não é uma história de comédia que estamos lendo, logo na primeira história “Abandono” nos identificamos com os personagens, sofremos com eles, embarcamos tão rapidamente no ágil enredo que quando paramos para respirar já acabou a HQ.

Mérito dos envolventes desenhos aquarelados de Jill Thompson e o fenomenal trabalho de roteiro de Evan Dorkin, os desenhos possuem uma profundidade e uma imensidão de detalhes que muitas vezes é difícil virar a página e seguir com a história, são telas de ficar admirando depois de ler o texto e encontrar referências escondidas na arte, no traço, nas escolhas de texto, nas posições dos animais, enfim em tudo.

Vale citar também o trabalho feito nas letras, todo o capricho nos detalhes de diagramação do artista Arion Wu, que também fez as letras em Moby Dick, em muitos momentos nota-se o esmero em manter a essência da artista Jill Thompson em cada quadro, cada cartaz, placa, jornal ou em um simples grito dos animais que foi praticamente refeito, assombrosamente perfeito.

Beasts of Burden teve sua primeira história lançada em 2003 e em 2004 já levou a primeira premiação no prestigiado Eisner, venceu na categoria Melhor Artista/Arte Interma, de 2004 à 2015 somou 7 prêmios Eisner e 1 Harvey, ou seja, não estamos falando de uma história monótona de animais falantes, somos envolvidos em toda a atmosfera criada nas histórias e levados para Burden Hill para acompanhar o desenrolar das investigações e perseguições do grupo de amigos peludos.

Esse primeiro volume publicado pela editora Pipoca & Nanquim reúne as 8 primeiras histórias em um encadernado feito magistralmente pelos editores Bruno Zago, Daniel Lopes e Alexandre Calari, com várias páginas de extras, como eles mesmos falam, isso é um petardo! Todas as histórias merecem ser lidas por todos os fãs de histórias de mistério, terror, investigação paranormal e claro amantes de animais.

É uma heresia apontar qual história é melhor ou mais se destaca dentro desta obra, pois todas tem um elo de ligação entre elas, eu particularmente gostei de todas, talvez a “Um Cachorro e Seu Menino” fique à frente das outras para mim, mas deixem nos comentários se tiveram alguma preferida.

Já foi confirmado pelos editores que em 2018 será lançado o volume 2 que contará com um crossover com ninguém menos do que Hellboy. Aguardem meus amigos, que os mistérios de Burden Hill voltarão a ser investigados pelo grupo de sábios.

REVER GERAL
nota
10
Músico, ator e viciado em tudo que rodeia a sétima arte, colecionador de livros e HQ's em excesso algumas vezes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here