Bela Redenção, de Jamie McGuire

 

Sinopse: A aguardada continuação de Bela Distração Liis Lindy é uma agente do FBI decidida a se casar apenas com o trabalho. Ela adora sua mesa, está em um relacionamento sério com seu laptop e sonha em ser cumprimentada pelo diretor depois de solucionar um caso difícil. O agente especial Thomas Maddox é arrogante e implacável, um dos melhores que o FBI tem a oferecer — e chefe de Liis. Quando Liis e Thomas são encarregados de uma missão em que precisam fingir ser um casal, a atração entre eles chega ao limite — e os leva a questionar quanto realmente estavam fingindo.

Bela redenção é o segundo volume da série que narra a excitante, romântica e por vezes volátil jornada dos Maddox rumo ao amor. Chegou a hora de conhecer o mundo misterioso do esquivo Thomas e descobrir como a paixão pode ser intensa quando você não é a primeira, e sim a última. Além, é claro, de rever os outros irmãos da família Maddox.

 

Resenha : Liis Lindy está cansada de sofrer, acabou de sair de um relacionamento e apesar de não ter o costume de sair com homens que conhece na mesma noite, ela decide fazer isso pela primeira vez. Assim, após várias doses de bebida, ela resolve ter uma noite de prazer com um desconhecido que por pura sorte, mora no mesmo prédio que ela.

No dia seguinte, em seu primeiro dia de trabalho no FBI, em uma cidade totalmente nova, ela descobre que o homem da noite anterior é o seu novo chefe e que terá que conviver com o seu mau humor todos os dias. Mas, é claro que as coisas não ficariam assim, Thomas Maddox não consegue esquecer a noite que teve com Liis.

Os dois acabam não sabendo separar o trabalho com a química que tiveram naquela noite e assim, o romance começa a aflorar entre os dois.

Personagens: Liis Lindy é uma personagem totalmente durona, que não quer se apaixonar tão cedo e só pensa em seu trabalho.

Thomas Maddox é totalmente durão, mas com o passar dos capítulos percebemos que ele é totalmente mole por dentro. Ele se apaixona por Liis e quer demonstrar isso o tempo todo, para que ela acredite nele. Mas, ela não dá o braço a torcer e sempre acaba voltando atrás ao demonstrar seus sentimentos. Isso me irritou muito na personagem, fazendo o livro ficar desgastante. Explicarei melhor na crítica.

Um ponto positivo foi rever os outros irmãos da família Maddox, incluindo Abby e Camille.

Crítica: Quando comecei a leitura de Bela Redenção, fiquei um pouco apreensiva porque o livro anterior (Bela Distração) não havia me agradado muito. Assim, no primeiro capítulo do livro quando a personagem Liis foi apresentada, não me encantei com ela. O livro todo ela me irritou, parecendo ter um humor forçado e pouquíssimo romantismo.

No começo achei que ela fosse assim por ter assuntos mal resolvidos no passado, mas ao decorrer do livro vemos que não tem nada de errado e sim ela que possui essa personalidade.

Thomas Maddox tenta conquista-la a todo custo, deixando muitas vezes passar a aparência de bobo que não terá resultado algum e que Liis só quer vê-lo correndo atrás dela. Maddox é paciente e sempre está disposto a dar o espaço que ela necessita, mas acaba que morre de ciúmes dela por tudo e coloca tudo a perder. Não senti química nenhuma entre o casal, deixando as situações meio mornas. Coisas mal resolvidas do passado também não deixam as coisas melhores, sendo totalmente irritante o casal ter discussões sobre o mesmo assunto sempre.

Assim, Jamie McGuire não tem me conquistado com essa nova série dos irmãos Maddox, mas ainda me dando esperança para o próximo livro Belo Sacrifício. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here