Review | A Cidade das Máscaras de Genevieve Cogman

A Cidade das Máscaras é o segundo volume do livro A Biblioteca InvisívelPara que entenda melhor esse review é necessário ter lido o volume anterior. O texto pode conter possíveis spoilers do primeiro volume. 

Irene está trabalhando como Bibliotecária residente na Londres Vitoriana onde se passou toda a história do volume 1 e onde começa essa nova aventura: Kai é sequestrado!

Graças a origem um tanto misteriosa de seu assistente e aprendiz, o que por si só já significa uma considerável quantidade de inimigos poderosos, seu sequestro significa uma única coisa: guerra entre as forças da ordem e do caos. Agora Irene tem a tarefa de resgatá-lo para evitar essa guerra e, claro, a morte de seu amigo.

Para tanto, ela conta com a ajuda de seu amigo Vale, um detetive particular conhecido nessa Londres alternativa, para achar pistas e descobrir o que realmente aconteceu e para onde levaram Kai, mas, não poderá contar apenas com Vale. Irene terá um caminho longo e o tempo está contra ela, assim como todas as possibilidades de sucesso nessa missão. Ela terá de fazer aliados nada agradáveis para chegar em uma Veneza cheia de caos e magia negra, terá de lutar muito, fazer acordos duvidosos e mentir para seres poderosos ou enfrentar as consequências.


Sabe aquele livro que você já esperava, mas não imaginava que seria assim tão bom?

É assim que Genevieve Cogman nos apresenta A Cidade das Máscaras, o volume 2 de A Biblioteca Invisível. A autora, logo de cara, nos joga na ação, o estilo da escrita dela, rápida, sem perder o foco, bem descritiva e sem deixar pontas soltas na história continua presente. Eu confesso que esperava ansiosamente por mais uma missão secreta e dificílima para Irene, mas o que encontrei foi muito melhor e superou todas as minhas expectativas.

A CIDADE DAS MÁSCARAS
Genevieve Cogman

A maneira como a autora descreve o mundo novo e cheio de “coincidências” de onde Irene está, como cada situação vai se desenrolando, a sensação de perigo a todo momento e de toda hora pensar: agora ela não vai sair dessa! Tudo isso é arrebatador, a história é bem amarrada, a autora procurou ser bem detalhista, mas sem deixar a narrativa cansativa ou chata, longe disso. Por incrível que pareça, não apresenta uma Irene heroína, mas sim, uma Irene frágil até, e muito ciente de suas limitações, que tem de a todo momento pensar muito rápido, bolar um plano diferente para sair de determinada situação e usar sempre a inteligência. Afinal ela está a todo momento sento perseguida por seres muito poderosos.

A Cidade das Máscaras com toda a certeza supera o primeiro livro e acaba sendo um pouco diferente também, no livro 1 somos apresentados a Biblioteca e a missão de Irene que é coletar livros. No volume 2 a história continua, mas com um desenrolar diferente. A busca de Irene para resgatar Kai é intensa, envolvente e é impossível largar o livro antes da história acabar.

Para quem ainda não deu uma lida na resenha de A Biblioteca Invisível, é só clicar aqui!

A ediçao é incrível e supera todas as expectativas e seu antecessor com toda a certeza, vale ainda ressaltar que o bônus no fim do livro chamado Segredos da Biblioteca é incrível, deixa um gosto de quero saber mais. Fico esperando ansiosamente o terceiro volume pois, o final deixa margem para muitas coisas. Não foi um final revelador e cheio de descobertas, e sim um fim instigante, com um vazio por ter acabado.


E você caro leitor, já teve a oportunidade de ler essa maravilhosa saga?

Conte-nos o que achou e fique por dentro de nossos reviews, noticias, matérias e muito mais. Comente, curta e compartilhe nas redes sociais. Mais uma vez, obrigado por estar aqui!

REVER GERAL
Nota
9.5
Admin - Sou a romântica desse enorme Multiverso! Livros são minha eterna paixão, HQs entraram arrombando a porta do meu coração e estão me levando a uma alegre falência... como não se apaixonar pelo Batman ou não amar o Aquaman vulgo Jason Momoa. Este é o meu mundo! Seja bem vindo a ele!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here