Review | 1222 de Anne Holt

Fala pessoal, beleza? Eu Raul, aqui mais um vez. Mas agora em um resenha e me aventurando em um universo que milhares de pessoas mergulham todos os dias, no universo da leitura, eu por exemplo estou sempre lendo, no ônibus, no trem indo para o trabalho, no carro e em casa, nesse caso e com esse livro especificamente, foi uma aventura,  1222 é tudo isso, uma viagem que aparentemente era pra ser mais uma em milhares de viagens que fazemos de trem, mas tudo muda e os 269 passageiros passam por dias de muitas emoções junto de uma ex-policial com total capacidade de desvendar os crimes cometidos nesse belo Suspense com uma pitada de investigação policial.


Detalhes do livro:

Número de páginas:  256 página(s)
Público: ADULTO
Autora: ANNE HOLT

Sinopse: A 1222 metros de altitude, um acidente de trem. Uma impiedosa nevasca. Um hotel centenário. E um assassinato! Uma ex-policial, tão astuta e brilhante quanto sarcástica e antissocial é a única pessoa capaz de solucionar o mistério da morte de um dos 269 passageiros de um trem descarrilado. Isolados do resto do mundo por causa da neve, uma atmosfera de medo, hostilidade e desconfiança instala-se no hotel onde eles se refugiaram. Mas a ex-policial Hanne não quer se envolver. Ela sabe que a verdade cobra um preço muito alto. Ao longo dos anos, sua busca por justiça lhe custou o amor de sua vida, sua carreira na polícia de Oslo e a própria mobilidade. No entanto, encurralada por um assassino e pela pior nevasca da história, Hanne – e os outros passageiros – não tem saída. Em uma situação extrema, as máscaras logo caem… E nesse grupo muitas pessoas não são o que parecem. Aliando sua capacidade de dedução a seu instinto, ela mergulha em um enigma difícil e surpreendente. Acompanhe todos os momentos dessa história envolvente e arrepiante. Você não vai conseguir parar de ler!


O livro 1222 se passa inicialmente em um trem com direção a Bergen na Noruega, mas uma nevasca faz com que aconteça um grave acidente e esse trem que continha 269 passageiros contando com o maquinista, que acaba falecendo nesse acidente. Todos são resgatados e levados para o Hotel Finse 1222, isso mesmo o livro tem o mesmo nome do hotel, não pense que isso é uma mera coincidência, noventa por cento dos fatos que acontecem no livro se passam dentro do Finse 1222.

Bom, somos apresentados a um cenário de caos total, pessoas sem saber o que fazer e querendo chegar ao seu destino, pessoas sem saber da gravidade da situação que estão, de todos os 269 passageiros uma se destaca. No nosso dia a dia vemos pessoas com deficiência ou cadeirantes e não percebemos que essas pessoas tem total capacidade de ter uma visão mais apurada, uma visão analítica da situação e aqui somos apresentados a Hanne, uma ex-policial que foi obrigada a largar o seu emprego de policial/investigadora da polícia por ter sido baleada em serviço. Aqui no hotel Finse ela já começa a reclamar da vida que leva desde o acidente, uma vida rotineira e calma, sem maiores preocupações, mas com esse acidente ela se vê em meio as pessoas e envolvida em um misterioso crime logo na primeira noite em que os passageiros chegam no hotel e isso faz com ela desperte o interesse e se sinta obrigada a ajudar, já que é a única que tem experiência em investigação de todas a pessoas que estão ali, então Hanne começa a colher fatos de pessoas, com isso ela conhece um adolescente rebelde, no qual ela se apega por ele estar viajando sozinho e também a gerente do hotel chamada Beret, uma mulher autoritária. Mas ao passar dos dias pelo fatos que acontecem ali, Hanne acaba mudando esse pensamento sobre a gerente e continua sua investigação. Na segunda noite acontece mais um assassinato e isso complica mais ainda e embola mais o enredo e a trama do livro. Fazendo com que Hanne tenha uma difícil tarefa em desvendar esses crimes e ao mesmo tempo controlar o caos e o temperamento de muitas pessoas que querer dominar o ambiente do hotel, além de outras adversidades que aparecem.
A escritora Anne Holt nos traz uma obra de arte do suspense, que não conseguimos para de ler e a cada página fica aquela sensação de quero mais, para saber o que a personagem principal está pensando e suas reflexões sobre cada pessoa do hotel, posso garantir que o livro vale cada página.

É isso galera, espero que vocês tenham a oportunidade de ler esse belo livro, e fica aqui minha indicação. Até a próxima, Fuiiiii.


E se você se interessou por esse e outros livros da editora fundamento, acesse e compre com 30% de desconto em: editorafundamento.com.br

REVER GERAL
Construção de Mundo Contexto
6
Construção de Personagens
8
Capa/Sinopse
6
Narrativa
10
Desenvolvimento da História
7
Plot Twist/Cliffhanger
6

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here