Bora pra resenha?

Hoje trago para vocês o mangá The Innocent, publicado num volume unico pela editora JBC em 2013. A obra é uma parceria entre ex-diretor da Marvel e fundador da Marvel Studios Avi Arad, o roteirista Junichi Fujisaku e o desenhista Yasung Ko.
Para começar vou adiantar que uma comparação com o excelente Yu Yu Hakusho será inevitável, mas não se deixe enganar por isso e achar que já viu essa estória, não você não viu!
Ash um detetive é falsamente acusado de um crime, a sua sentença é a morte! Após o fatídico ocorrido ao chegar no outro lado ele é recepcionado por Angel, um anjo que o auxiliara na nova jornada. Para poder purificar a sua alma ele deve servir aos seres humanos, ajudando as pessoas que assim como ele foram falsamente condenadas.

Mas nada é fácil, nem mesmo quando você já está morto, é que para executar sua função existem algumas regras divinas, Ash deve agir dentro do que o Comitê acha justo.

Paralelo ao seu novo “emprego”, Ash inicia uma investigação do seu próprio caso é ai aonde a premissa do sobrenatural se choca com a realidade, quando subornos, intrigas e corrupção entram na trama.

Falar mais desse mangá estragaria algumas excelente surpresas já que é uma obra de 200 páginas, que lhe garante diversão e leitura rápida.







E ai você já leu esse mangá? Ficou curioso? deixa ai sua opinião pra gente. Valeu galera! Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here