Planeta Comenta DC no Multiverso: Superboy #1-7 (Os Novos 52)

Li Superboy #1-7, do encadernado Superboy: Incubation, com roteiro de Scott Lobdell e desenhos de R.B. Silva, e tecerei breves comentários sobre as edições.

superboy-1-7

Edição #1: Clone de DNA humano e kryptoniano, o Superboy foi criado dentro de um dos laboratórios da organização secreta Momentum. Seu lado kryptoniano vem naturalmente do Superman, mas seu lado humano ainda é desconhecido.

Edição #2: Por ordem do Templário, dono da Momentum, e apesar dos protestos da “Ruiva”, sua criadora, Superboy é enviado junto com Rose Wilson em seu primeiro teste de campo – enfrentar três monstruosidades alienígenas em uma instalação secreta.

Edição #3: Depois de destruir completamente a instalação onde estava, Superboy foge do local, mas acaba retornando para confrontar a verdade com a “Ruiva”.

Edição #4: Soldados da Momentum interferem na luta entre Superboy e a “Ruiva” – Dra. Caitlin Fairchild. Prometendo descobrir a verdade sobre o doador humano do DNA que compõem o Superboy, eles deixam a decisão nas mãos do Superboy. Após enfrentar uma dupla de meta-humanos usando seus poderes de forma irresponsável, Superboy decide voltar à Momentum?

Edição #5: O Dir. Centerhall passa a ser a “pessoa de confiança” do Superboy e tenta convencê-lo de que a Momentum está atrás de jovens meta-humanos apenas para salvá-los, embora o objetivo seja justamente o contrário. Superboy resgata Caitlin, levantando suspeitas do Templário.

Edição #6: Superboy foi enviado para capturar a Moça-Maravilha, mas após derrotar todos os Novos Titãs, sente-se incomodado com a situação e decide fugir do local e da Momentum em definitivo. Enquanto pondera sobre si mesmo, Superboy tem um breve encontro com a Supergirl, e desse encontro, ficamos sabendo a origem do nome Kon-El.

Edição #7: Superboy resolve confrontar de vez o Templário, mas é capturado por Rose Wilson. Caitlin Fairchild acorda sob os cuidados da Polícia de NY.

Estreia de Superboy pelos Novos 52, uma história de origem e uma boa narrativa, onde o autor procura estabelecer bem o personagem, à medida em que ele vai aprendendo mais sobre si mesmo.

Por Roger

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here