Planeta Comenta DC no Multiverso: Asa Noturna #1-7 (Os Novos 52)

Li Asa Noturna #1-7, do encadernado Nightwing: Traps and Trapezes, com roteiro de Kyle Higgins e desenhos de Eddy Barrows, Eduardo Pansica, Geraldo Borges e Trevor McCarthy, e tecerei breves comentários sobre as edições.

asa-noturna-1-7

Edição #1: Dick Grayson está de volta ao manto do Asa Noturna, e o circo Haley está de volta à Gotham. É hora de uma volta às raízes. Porém, quando voltava pra casa depois de visitar seus antigos amigos, Dick (e não o Asa Noturna) é atacado por um misterioso assassino mascarado.

Edição #2: O Sr. Haley pede para se encontrar com Dick e lhe passa a escritura do circo. Agora, Dick Grayson é o novo dono do Circo Haley. Porém, um segredo sombrio do passado envolvendo o circo parece voltar à tona.

Edição #3: Enquanto o circo parte para a Filadélfia, Asa Noturna permanece em Chicago para investigar quem é o responsável por contratar Saiko, o assassino que está atrás de Dick Grayson e que matou o Sr. Haley.

Edição #4: O circo está em Miami. Tentando deter uma transação ilegal de armas, Batgirl segue o bandido até lá e conta com a ajuda do Asa Noturna. E Dick continua a desvendar mais alguns mistérios envolvendo o passado do circo.

Edição #5: Asa Noturna se envolve em um cenário macabro envolvendo pacots cerimoniais e convocações demoníacas para ajudar um colega de trabalho, fugindo completamente de sua área de atuação.

Edição #6: A fim de comemorar a morte dos Graysons Voadores, o circo resolve fazer uma grande apresentação especial, cenário ideal para o ataque final de Saiko. E a descoberta da identidade do assassino surpreende Dick.

Edição #7: O confronto decisivo contra Saiko e uma incrível descoberta sobre o passado não só do Circo Haley, mas também sobre Dick Grayson. Segredos que conectam sua história com a Corte das Corujas, a mesma organização secreta que está atacando Batman.

Apesar de ter de relacionar a trama com a Corte das Corujas, servindo mais como um complemento, o escritor Kyle Higgins soube fazer isso muito bem e com coerência.

Por Roger

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here