Review | Imperdoável de Mark Waid

“Suas vidas não valem mais nada. Elas estão acabadas. Nem eu posso salvá-las” – O Plutoniano

Mesmo quando somos salvos, mesmo quando nos sentimos seguros, mesmo assim ainda somos ingratos! Como diz o nome bastante sugestivo dessa edição, imperdoável é ação do super herói mais conhecido e de maior poder na face da terra. Suas atitudes e seus princípios mudam. Sem piedade e sem dó o Plutoniano se torna algo acima de tudo que já vimos nas típicas histórias em quadrinhos.

Mark Waid e Peter Krause nos apresenta um tema bastante recorrente, a ingratidão, que pode corromper até o mais correto de nós. Nessa edição temos um grupo de super-heróis muito próximo do que podemos chamar de “Liga da Justiça”, agora imagine que dentro dessa liga exista um ser superpoderoso que veio de outro planeta,  vive entre as pessoas  comuns e procura fazer o bem acima de tudo para proteger o seus iguais, (isso mesmo imagine o Superman).

Em uma terra protegida por ele “O PLUTONIANO”, a população o aclama, o vê como o mais poderoso salvador e defensor contra o mal, porém, sabemos que a construção de um vilão não é algo que acontece da noite pro dia. Geralmente o mal se apodera daqueles que sofreram algum trauma marcante, a ingratidão, a falta de amor e coisas ruins do tipo. O que nunca imaginamos é que isso poderia também acontecer ao maior herói da terra onde é transformado drasticamente no maior e mais impetuoso vilão.

Em uma versão menos sucedida do Superman, o Plutoniano não encontra o sucesso na vida, nem como simples civil e nem como herói. Criticado negativamente pela população, a ingratidão de um povo protegido por ele e um amor não correspondido, faz do Plutoniano uma nova pessoa. Imperdoável é  sua nova postura, caçando seus iguais e aniquilando um por um, descontando toda sua raiva e anos de omissão, um falcão impetuoso, um poderoso exterminador.

A obra é narrada por seus amigos, contando um pouco da história do Plutoniano e tentando evitar o embate inevitável a qualquer custo. O mais impactante dessa obra além da nova postura do herói, são as mortes brutais e impiedosas, ao mesmo tempo que você torce contra ele, fica algo dentro de nossa mente, que ainda tem piedade do Plutoniano. A vida de alguém que sempre fez o certo e colheu cravos ao invés de rosas. Alguém que gostaria de ter sucesso em pequenas coisas, mesmo sendo capaz de feitos gigantescos, nada pode fazer para que as pessoas o amassem mais.

A edição é linda, bem editada, tem um trabalho editorial incrível, acima dos padrões que estamos acostumados. A história é ótima, e nos apresenta um lado que todos com certeza já imaginaram. Mesmo com tudo isso de bom, a falta da continuação aqui no Brasil faz com que muitos deixem de comprar a edição por não ter uma promessa de continuidade. Mas caso consiga ler em outro formato, leia imediatamente. Aproveite a viagem e boa leitura!!!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here