ESCREVENDO COM O LADO ESQUERDO DO FÍGADO - MULTIVERSO NEWS

Antes de qualquer coisa, quero que saiba que essa sim, é uma daquelas edições que vale a pena apostar. Nada melhor do que enfrentar as dificuldades com uma dose de humor!

Arthur Fujita nos apresenta o personagem Atílio, um rapaz tímido do interior do estado que deseja um pouquinho de sorte na cidade mais frenética do Brasil, São Paulo! O objetivo de Atílio é finalmente ser o roteirista de quadrinho que tanto sonha, porém na terra das oportunidades, o que menos consegue de fato é uma boa chance de trabalhar no ramo de seu sonho. Para que consiga sobreviver a essa ‘megalópolis’, Atílio consegue um emprego em um bar (aquele típico bar do copo sujo), localizado no centro de São Paulo, o bar do Chico, que é frequentado por jovens e pessoas envolvidas com editoras e publicações.

Como conseguir se aproximar de pessoas nunca vista antes, sendo tão tímido? Atílio só tem um pensamento, ME APROXIMAR E ME BENEFICIAR, basta apenas 1 gole alcoólico pra que Atílio vire o cara mais interessante do mundo, onde com suas mais variadas e loucas histórias, conquista o grupinho de jovens descolados frequentadores do bar do Chico.

Essa é uma daquelas histórias que você acompanharia 99 edições, sem nem ao menos questionar até onde irá. Uma verdadeira obra de arte do Fujita, já que o mesmo é responsável pelo projeto, roteiro e desenho. Uma arte gostosa de ver e um roteiro que literalmente te faz soltar algumas risadas mesmo sozinho. Além do tom divertido e arte totalmente equivalente, a edição nos apresenta temas bem sérios como, alcoolismo, religião, princípios, vício, aceitação, sonho, coragem e principalmente aquele humor espontâneo sem forçar a barra. Quadrinhos do cotidiano geralmente tende a ter uma aceitação maior, e com certeza depois de ler essa, você irá procurar mais títulos do autor e da editora Dead Ramister. Caso tenha se interessado pela edição, você encontra no site da ugra, um dos mais recheados sites de venda de quadrinhos independentes.

Confesso que comprei essa HQ totalmente no escuro, na CCXP de 2015 avistei o Fujita na mesa da Dead Ramister, junto ao Davi Calil. Parei pra conversar rapidamente e a capa me chamou atenção, gostei do enredo da coisa e resolvi dar meu voto de confiança. Hoje depois de ler, digo com certeza que essa foi uma das melhores aquisições da CCXP com certeza. Destaque para os acontecimentos no momento mais bêbado do personagem, com certeza você irá gostar!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here